logo Negócios SC
Simule sua Campanha
Comunicação

Quais são os formatos de anúncio no jornal e como usá-los?

08/05/2019

Anúncio no jornal é uma forma muito eficiente de impulsionar seu negócio.

Segundo dados da Pesquisa Brasileira de Mídia, 59% dos leitores dão atenção exclusiva ao jornal durante a leitura, o que faz dele um excelente meio para fortalecer a imagem da sua marca na mente do público. É também avaliado muito positivamente no quesito credibilidade de informações, conforme revela a pesquisa da XP Investimentos, o que agrega valor à mensagem.

Mais do que isso, os títulos auditados pelo Instituto Verificador de Comunicação (IVC) e agregados à Associação Nacional dos Jornais (ANJ) trazem segurança à marca anunciante, comprovando a veracidade das suas tiragens e relações comerciais.

Neste artigo veremos então os formatos de anúncio no jornal e como aproveitar cada espaço para ter sucesso na comunicação.

Leia também: Qual a diferença entre assessoria de imprensa e marketing de conteúdo?

Formatos de anúncio nos jornais da NSC

Os quatro jornais impressos da NSC — DC, AN, Santa e Hora — têm espaços de mídia baseados no tamanho de colunas. Estas variam de dimensão entre 4,7 centímetros nas páginas de noticiário e na seção Versar, e 3,1 centímetros nos classificados.

De um modo geral, quanto maior o tamanho do anúncio, maior será o impacto no leitor e o investimento será proporcional. Portanto, é preciso equilibrar a escolha do formato com o objetivo da campanha para tirar o melhor proveito de cada espaço de acordo com seu orçamento de marketing.

Formatos de publicidade mais comuns:

Página dupla (11 col x 35 cm): o maior espaço possível para empresas que desejam causar o máximo impacto. São duas páginas contínuas, perfeitas para grandes ações de venda, datas especiais ou uma comunicação institucional inesquecível.

Página inteira (5 col x 35 cm): apresenta uma área considerável para o anúncio, com bastante espaço para imagens que despertem a atenção, chamada criativa e outras informações relevantes da campanha. A diferença aqui é que o anúncio fica ao lado de uma página de conteúdo editorial do jornal, que pode ser tanto uma notícia factual quanto um assunto mais leve da seção Versar, no caso dos jornais da NSC.

Meia página vertical (3 col x 35 cm): este formato vertical mais enxuto que a página inteira é ótimo para valorizar a altura das imagens. Segmentos como empreendimentos imobiliários e campanhas de moda podem se beneficiar dessa verticalidade.

Meia página horizontal (5 col x 17,1 cm): esta é uma opção mais adequada para anúncios com foco em imagens horizontais. Linhas de produtos lado a lado, automóveis e fotos de grupo de pessoas são mais bem vistos desta maneira.

Um quarto de página (3 col x 17,1 cm): aqui há uma necessidade de limitar as informações do anúncio, mantendo apenas o essencial. É um bom formato para encaminhar o leitor ao ponto de venda ou ao site para continuar a ação.

Rodapé alto (5 col x 8,3 cm): semelhante à meia página horizontal, é mais adequado a imagens ao comprido e limita-se a uma chamada mais direta, sem muito texto de apoio.

Selo (1 col x 3,9 cm): é um formato bastante direto para fortalecer o reconhecimento de marca e encaminhar o leitor a um site, no qual terá mais informações que não cabem no anúncio. Para maior efetividade, recomenda-se que este formato seja veiculado diariamente, reforçando a marca e o site do anunciante.

Além dos exemplos acima, a NSC dispõe de formatos especiais de mídia, como dupla 2 e 3, sobrecapa, envelope, cinta e encarte. Entre em contato para tirar suas dúvidas sobre essas opções.

Leia também: Como melhorar sua estratégia de mídia off-line

Como fazer um bom anúncio no jornal

Agora que você já conhece os formatos para anunciar no jornal, saiba como aproveitar cada espaço para ter o melhor desempenho em suas campanhas impressas.

Contexto:

É preciso antes conhecer o perfil do leitor de cada jornal para criar peças que tenham o efeito esperado. Tendo em mente esses dados demográficos, socioeconômicos e de interesses, é possível se comunicar de fato com o público-alvo, em vez de buscar o impacto pelo impacto que pode não levar a resultados concretos.

Menos é mais:

Quanto mais restrito o espaço do anúncio, mais objetiva precisa ser a mensagem. Planeje a peça publicitária sob a perspectiva do leitor: é melhor recordar bem uma informação que vagamente de algumas. Uma imagem marcante, uma chamada para ação e os elementos essenciais de sua identidade visual já são o suficiente para funcionar.

Hierarquia de informações:

Mesmo com poucos elementos em uma arte, o leitor precisa de indicação para saber onde focar, ou terá sua atenção dividida. Esse destaque pode ser pelo tamanho ou pela cor do objeto em foco. Por exemplo, se o objetivo é falar de uma promoção, isto deve ficar claro num piscar de olhos. A dica é pensar na ordem de leitura: de cima para baixo e da esquerda para a direita da página.

Imagens poderosas:

O jornal é um meio de leitura, mas as imagens desempenham um papel fundamental nessa comunicação. O contraste delas com as colunas de texto destaca os anúncios, portanto a escolha deve ser feita com cautela, especialmente quando compradas de banco de imagens. Nesse caso, certifique-se de que nenhum concorrente está usando a mesma imagem.

Fonte do texto:

Assim como as imagens que acompanham o anúncio podem dizer muitas coisas ao mesmo tempo e de uma forma subjetiva, a escolha da fonte deve ser feita com cuidado, pois também comunica em um nível inconsciente. Uma fonte mais formal transmite seriedade, enquanto uma mais artística traz energia ao texto, que serve melhor a leitores mais jovens.

Contraste:

Além das imagens e da fonte do texto, o layout do anúncio como um todo deve contrastar o resto do jornal. Um fundo colorido pode ser uma boa aposta nesse sentido, caso isso condiga com a identidade visual da marca e com o público-alvo.

Chamada para ação:

Se o propósito é fazer uma comunicação promocional, expresse de uma forma clara e prática a ação esperada do leitor. Pode ser ir a um ponto de venda, visitar uma página da sua empresa, curtir nas redes sociais ou o que for, basta mostrar o que fazer, de que modo e até quando (se houver prazo).

Anuncie na NSC

Os jornais da NSC são líderes de circulação e leitura em Santa Catarina, com 245 mil* leitores diários on e off. Contamos com mais de 100 jornalistas cobrindo diariamente as informações que os catarinenses querem ler, com o compromisso de prezar sempre pela confiança do público e a estrutura completa de uma das 10 maiores redes de jornais do Brasil.

Anunciar em nossos jornais é ter a garantia de impactar uma audiência não apenas auditada como também qualificada, potencializando seus resultados e representando menor risco à imagem da marca anunciante. Baixe nosso Mídia Kit e descubra como estar presente no dia a dia do seu público-alvo no Estado.

* Fonte: Métrica de projeção de impacto da ANJ baseado no IVC de fevereiro de 2019 |
segunda a sábado | circulação paga impressa (DC: 12.528 | AN: 5.106 | JSC: 5.507) e
venda avulsa (HSC: 12.309). Número de pessoas que leem o mesmo jornal impresso (3,14)
+ circulação paga digital sem sobreposição (DC: 4.155 | AN: 1.129 | JSC: 840) + Google
Analytics: média diária de usuários únicos dos quatro jornais.


Content Creator

Estúdio NSC Branded Content

Tenha uma marca inesquecível! Comece agora
Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Ops! Nós tivemos um problema mensagem não enviada.
Negócios SC NSC Comunicação linkedin facebook infograico