logo Negócios SC
Simule sua Campanha
Marketing

Como reinventar seu negócio em meio à crise?

20/05/2020

Como sobreviver à crise de Covid-19? Enquanto a luta por preservar vidas continua à toda, empreendedores e gestores de diferentes áreas buscam formas de reinventar seus negócios para mitigar o impacto econômico da pandemia.

Mas essa reinvenção não precisa passar necessariamente por uma repaginação total na empresa. Ao menos, é o que ensina Daniel Keller, professor, palestrante e facilitador de workshops e capacitações. Para ele, reajustar alguns focos na sua atuação pode ser o caminho para atravessar essa turbulência no mercado e sair mais forte no pós-Covid-19.

Confira a seguir o que o consultor tem a dizer sobre o tema e o que sua empresa pode aprender com isso.

3 focos para reinventar seu negócio

1) Foco na atividade do negócio

Daniel destaca que momentos como este, que nos forçam a parar e repensar os negócios, são oportunidades para revermos o foco das nossas atividades.

Como exemplo, ele imagina uma loja de roupas e calçados femininos e masculinos, sendo que 90% do faturamento dela venha dos produtos femininos. No caso, focar apenas nessa linha ajudaria a não só a liberar espaço de mostruário para itens que geram mais receita, como reduziria a necessidade de compra de itens com baixa saída.

Esse mesmo pensamento pode ser aplicado a outros segmentos, reduzindo a oferta de produtos ou serviços para focar naqueles que contribuem de fato para a sobrevivência da empresa.

Tal medida deve ser tomada em sintonia com os interesses dos clientes, percebendo os movimentos naturais de consumo. É um contínuo exercício de adaptação com relação a soluções individuais oferecidas, mas sem perder o core business, isto é, o seu negócio principal.

— O empreendedor precisa conhecer o comportamento do seu cliente, compreendendo o que mudará daqui para a frente para fazer rápidas adaptações na forma de entregar valor através de seus produtos e serviços — complementa o consultor.

Leia também: A relevância da marca e o papel da empresa na crise

Reinventar seu negócio pode ser mais sutil do que imagina, mas precisa ser ágil. (Foto via Freepik)

2) Foco no público-alvo

Podemos falar do foco no público-alvo sob diferentes perspectivas. Primeiro, do tipo de consumidores que tem atraído para sua empresa. Eles ajudam você a atingir os objetivos estratégicos ou, por outro lado, consomem toda a energia da atividade ou demandam recursos excessivos sem compensar, impedindo o crescimento? Ou seja, é um modelo de negócio sustentável?

Quando tem certeza de que está atraindo os clientes certos, então é hora de focar nas tendências de consumo

— Os negócios certamente devem estar atentos ao comportamento das pessoas. São esses comportamentos que ditam novas tendências de consumo e, por consequência, apontam caminhos para que as empresas possam se adaptar. Algumas tendências que já vinham impactando os negócios foram aceleradas, como a presença da tecnologia como forma de vender e se relacionar com clientes, a busca do cliente por comodidade, personalização e canais diferenciados para acessar os produtos e serviços — Daniel explica.

Ele ainda destaca outra tendência em alta, a de valorização das marcas com propósito:

— Já é claro também que o cliente cada dia mais vai procurar empresas, independentemente do porte, que tenham um propósito claro, algo que vá além de vender um produto ou serviço e que justifique por que a empresa existe e por que ela deve ser escolhida pelos consumidores.

3) Foco em preencher lacunas

Pensando agora no momento futuro da retomada, como estarão os empreendedores e suas empresas? Reinventar seu negócio servirá apenas para se manter em pé agora ou para dar um salto depois?

Você provavelmente percebeu algumas lacunas na operação. Desde a falta de uma segurança de caixa para enfrentar uma situação como esta até a ausência de canais de venda e comunicação virtuais para se conectar ao consumidor. Ou talvez sentiu a necessidade de buscar uma capacitação maior na sua área.

O consultor recomenda que repare nesses pontos frágeis do negócio e procure aprimorá-los. São aqueles que você pensa: “se eu tivesse X, estaria mais tranquilo agora” ou “se estivesse preparado para fazer Y, o impacto da crise seria menor”. Profissionalização, ele afirma, será um dos pilares da retomada:

— O crédito mais acessível deve ser um grande motivador da produção e consumo, e um possível processo de fortalecimento da indústria nacional, cenário este que já se mostra como alternativa em outros países. Mas, certamente, o amadurecimento das empresas, a profissionalização da gestão, a inovação e a capacidade de se adaptar em um “novo normal” serão pontos decisivos para termos empresas competitivas para puxar a retomada pós-crise — completa o especialista.

Quer saber outras formas de melhorar seu negócio para enfrentar a pandemia? Descubra em nosso e-book gratuito Como identificar gargalos e projetar ações, com dicas para otimizar seu processo de vendas. Baixe agora.


Content Creator

Estúdio NSC Branded Content

Tenha uma marca inesquecível! Comece agora
Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Ops! Nós tivemos um problema mensagem não enviada.
Negócios SC NSC Comunicação linkedin facebook infograico