logo Negócios SC
Simule sua Campanha

voltar

Negócios SC

Negócios SC

Comunicação

Como fazer análise da concorrência do jeito mais fácil?

30/06/2022

A análise da concorrência, tanto quanto a análise dos pontos fortes e fracos do próprio negócio, é um importante instrumento para traçar estratégias de vendas e comunicação mais eficientes. Mas, antes de entrarmos nesse tema, vale considerar a seguinte questão.

Com que frequência você realiza as seguintes atividades?

  • Procura conhecer seus concorrentes e como operam.
  • Usa alguma tecnologia para monitorar a concorrência pela internet.
  • Toma decisões no seu negócio com base em dados e análise de concorrentes.

Se faz isso com frequência, parabéns! Essa postura não somente ajuda sua empresa a manter-se a par das melhores práticas do segmento, como permite encontrar um diferencial no mercado.

Por outro lado, se a análise da concorrência ainda é algo novo ou pouco frequente para você, saiba como tornar essa tarefa mais fácil com o auxílio de algumas ferramentas digitais. Acompanhe a explicação!

O que é uma boa análise da concorrência?

Análise de mercado significa monitorar os negócios que vendem produtos ou serviços, dentro da sua área geográfica de atuação, que preenchem a mesma necessidade do público. Isso inclui analisar o porte dos concorrentes, que tipos de produtos ou serviços dispõem, preços e condições de pagamento, experiência dos clientes, canais de venda, onde anunciam e como se comunicam, entre outros fatores.

Note que essa definição não aborda apenas negócios com naturezas idênticas, como a concorrência entre duas papelarias em um bairro. Uma nova loja de departamentos que venda produtos de papelaria pode levar parte da clientela de ambas, forçando-as a se reposicionar no mercado.

Basicamente, estamos falando de empresas que disputam o mesmo público-alvo. Daí a importância de ter uma buyer persona muito bem definida, pois uma churrascaria e um restaurante vegetariano na mesma rua não terão uma persona em comum, enquanto uma hamburgueria e uma churrascaria são concorrentes diretos, pois o perfil de consumidor é muito mais próximo.

Mas a concorrência pode mudar com o passar do tempo. Por exemplo, uma empresa que oferece reparos em roupa tem uma atuação bastante regionalizada. Portanto, os concorrentes são principalmente aqueles negócios com sede na mesma cidade. Já uma marca de camisas com venda pelo e-commerce pode competir com lojas virtuais do Brasil inteiro e do exterior, tendo com isso uma concorrência maior.

Em outros casos, a fronteira entre concorrentes pode ser móvel. Isso tem acontecido com marcas de alimentos premium. Em outro momento da economia brasileira, elas competiam entre si; no entanto, em um período de alta dos preços, o consumidor é forçado a escolher marcas mais baratas. Assim, agora a análise da concorrência engloba também opções não premium.

É por isso que uma boa análise da concorrência é feita regularmente. Por meio dela, o empreendedor procura se colocar no lugar do consumidor e entender quais marcas o público conhece ou está descobrindo, por que está comprando nesta ou naquela e como se relaciona com o segmento.

Leia também: Como otimizar sua comunicação e vencer a concorrência?

O monitoramento on-line de concorrentes é importante para os negócios. (Foto via Freepik)

Como fazer análise da concorrência?

A partir dessas considerações iniciais, é hora de analisar os concorrentes na prática. Abaixo, mostramos cinco passos de como fazer isso.

1. Mapear as marcas concorrentes

No primeiro passo, você vai identificar quais são seus concorrentes diretos e indiretos que precisam permanecer no radar. Anote não somente os nomes dessas marcas, mas onde estão localizadas, quais são os canais de vendas (loja física, loja virtual, marketplace etc.) e de comunicação (site, blog, redes sociais, e-mail marketing, mídias tradicionais etc.) que utilizam.

Vale frisar que concorrente é quem preenche a mesma necessidade do público que você, de forma direta ou indireta.

2. Definir os objetivos da análise da concorrência

Existem inúmeras informações que você pode levantar sobre as empresas concorrentes. Diante disso, é preciso limitar o escopo da pesquisa para facilitar essa tarefa. A objetividade aqui é essencial para gerar ações práticas.

O que deseja analisar?

  • São os preços dos concorrentes para definir melhor os seus?
  • É a qualidade dos produtos, dos serviços ou do atendimento?
  • É a opinião dos clientes sobre a experiência de compra on e off?
  • É a forma como a marca se comunica em diferentes canais?

3. Coletar informações básicas

Então, com as perguntas definidas, o próximo passo é ir atrás das respostas. Para isso, você pode visitar a loja física ou virtual dos concorrentes, pesquisar sites de avaliação e acompanhar a comunicação virtual e também off-line, incluindo ações em eventos e feiras. Coloque-se no papel de consumidor e analise desde a facilidade de descoberta de cada marca até as estratégias de fidelização de clientes.

Leia também: 8 formas de conquistar clientes da concorrência

4. Pesquisar o mercado

Nem toda resposta pode ser encontrada com uma busca no Google. Às vezes, será preciso pedir a opinião de consumidores, consultar fornecedores do segmento e outras fontes diretas.

Também existem empresas de pesquisa de mercado que podem descobrir informações que estejam além do seu alcance. Por exemplo, o percentual de participação no segmento e o faturamento anual das concorrentes não são informações disponíveis a qualquer pessoa.

Além disso, você pode conversar com os responsáveis por esses negócios concorrentes. Afinal, concorrência não significa guerra. É possível até cooperar em alguns casos, para o benefício de ambos os negócios.

5. Usar ferramentas para analisar concorrentes

Por fim, há uma gama de ferramentas virtuais que podem ajudar na continuidade da análise da concorrência.

  • Com a Similarweb você descobre quem são seus concorrentes na internet e o desempenho deles on-line.
  • Com o SEMRush ou o Ubersuggest analisa a concorrência pelas palavras-chave do seu negócio.
  • Com o Google Alerts pode receber notificações toda vez que sua marca ou as concorrentes forem mencionadas em sites e blogs.
  • Com o Mention é possível fazer monitoramento social de competidores e saber tudo que o público diz sobre eles.

Com essas dicas, sua empresa fica no caminho certo da análise da concorrência. Agora, para saber como otimizar ainda mais seu negócio, descubra os 10 erros que fazem sua empresa perder dinheiro e como resolvê-los.


Negócios SC


Já ouviu o podcast Negócios SC? Conteúdo direto ao ponto com convidados super especiais Ouça aqui
Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Ops! Nós tivemos um problema mensagem não enviada.
Negócios SC NSC Comunicação linkedin facebook youtube infograico