logo Negócios SC
Simule sua Campanha

voltar

Negócios SC

Negócios SC

Novidade do setor

Pesquisa revela o cenário do turismo no Brasil em 2022

24/01/2022

Os principais destinos de Santa Catarina tiveram quase sua lotação máxima hoteleira no Réveillon 2022, como informa o Ministério do Turismo. Mas esse fato é o suficiente para confirmar a retomada do turismo no Brasil? Além disso, olhando mais para a frente, quais são as perspectivas para o setor ao longo do ano?

Neste conteúdo, reunimos pesquisas e indicadores sobre turismo brasileiro para responder a essas questões. Acompanhe a explicação!

A situação do turismo no Brasil

O ano de 2022 começou com boas e más notícias para o turismo brasileiro. Pelo lado positivo, uma pesquisa do Conselho de Turismo da Fecomercio-SP, com base nos dados do IBGE, indica que o setor teve um faturamento 19,3% maior em novembro de 2021, na comparação com o mesmo período do ano anterior.

Nesse mês, o Brasil ainda registrou o maior número de contratações na área em 2021, durante a preparação para a temporada de verão. Foram cerca de 39 mil profissionais contratados.

No entanto, o crescimento de quase 20% no faturamento de novembro do último ano não foi suficiente para alcançar os níveis pré-pandemia. O turismo no Brasil permanece em um patamar 15,5% abaixo do verificado em novembro de 2019.

Ao todo, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) calcula que o impacto econômico da pandemia chega a R$ 463,8 bilhões para o setor no País.

Então, com a disseminação da variante Ômicron em território brasileiro, a plena recuperação do turismo no Brasil deve demorar um pouco mais. A temporada de cruzeiros, por exemplo, foi suspensa provisoriamente até 4 de fevereiro, o Carnaval de rua foi cancelado em diversas cidades, enquanto os embarques aéreos vêm sendo prejudicados pela falta de profissionais

Santa Catarina, entretanto, encontra-se em uma posição mais favorável que a média nacional. Segundo Renê Meneses, presidente da Agência de Desenvolvimento do Turismo de SC (Santur), é esperado que o setor volte a operar no nível pré-pandemia em fevereiro, possivelmente em ritmo até maior.

O caminho é continuar acompanhando as tendências do público e aproveitar as oportunidades que se apresentam no curto e médio prazos.

Leia também: Pesquisa aponta desejos para a temporada de verão

Dados comprovam a intenção de viajar dos brasileiros. (Foto via Freepik).

Os planos de viajar em 2022

A despeito dos desafios relacionados ao turismo, o brasileiro tem a intenção de viajar ainda no primeiro semestre de 2022. Como revela uma pesquisa publicada pelo setor de Inteligência de Mercado da Globo, realizada em dezembro de 2021, 43% dos entrevistados estavam guardando dinheiro para viajar nos próximos seis meses.

O principal motivo para realizar essa viagem é o lazer, apontado por 83% dos que pretendem visitar algum destino turístico em breve. E Santa Catarina está entre os roteiros mais procurados no Brasil. Não à toa o Estado tem uma retomada do setor mais rápida: como lembra o presidente da Santur, os destaques catarinenses são mais voltados para a diversão e o descanso ao ar livre, junto à natureza.

Contudo, o turista brasileiro ainda não está 100% fechado com os destinos pretendidos. Mais de um terço deles (37%) mudariam de escolha por causa de uma viagem em promoção e 34% fariam o mesmo por uma hospedagem com desconto. O bolso, mais até que a crise sanitária, influenciará o turismo no Brasil em 2022.

Nessas viagens dentro do País, 59% dos que pretendem turistar terão uma estadia de 4 a 10 dias. O tempo médio ficará entre 5 e 7 dias. Já para os destinos internacionais, sendo Portugal, Caribe, Argentina, Estados Unidos e França os roteiros mais buscados pelos brasileiros, segundo a CVC, a estadia deve ir de 6 a 15 dias para metade dos turistas.

O bleisure é uma tendência do turismo que fortalece essa procura por estadias mais longas. Bleisure refere-se à junção de negócios e lazer (business and leisure), possibilitada pelo trabalho remoto. O trabalhador então tem a opção de atuar de onde quiser, aproveitando o tempo livre para conhecer novos lugares.

Olhando agora para um cenário de médio prazo, a pesquisa também revela que 59% dos que pretendem viajar estão poupando para uma viagem em até 12 meses. Além disso, 68% mantiveram ou aumentaram o valor que desejam investir na próxima viagem.

Leia também: Mercado náutico catarinense cresceu na pandemia

Outras tendências do turismo em 2022

Outra pesquisa, desta vez do portal Booking.com, destaca mais duas tendências para o turismo neste ano.

Em consulta a mais de 24 mil viajantes de 31 países, com o Brasil incluso, 83% dos entrevistados consideram as viagens algo necessário à manutenção do bem-estar. Viajar, portanto, é visto como um aliado da saúde mental, tão afetada durante a pandemia. Tanto que 90% das pessoas dizem que apenas ter férias planejadas já traz um impacto psicológico positivo e 57% ficam felizes pelo simples fato de estarem longe de casa.

A segunda tendência é de ordem mais prática. Com o cenário de pandemia ainda tendo novos desdobramentos, o turista precisa se precaver diante da possibilidade de mudanças bruscas nos planos de viagem. Nesse sentido, a maior prioridade do viajante brasileiro ao planejar sua viagem, mencionada por 42% dos respondentes, é ter a garantia de que não perderá dinheiro, podendo cancelar ou reagendar suas reservas.

Saiba muito mais com o estudo Turismo pós-pandemia, com diversos insights e oportunidades sobre o setor. Nele você descobrirá também quanto pretende gastar o turista brasileiro, como ele pretende viajar e quais são as marcas mais lembradas nessa hora. Aproveite!


Negócios SC


Já ouviu o podcast Negócios SC? Conteúdo direto ao ponto com convidados super especiais Ouça aqui
Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Ops! Nós tivemos um problema mensagem não enviada.
Negócios SC NSC Comunicação linkedin facebook youtube infograico