logo Negócios SC
Simule sua Campanha

voltar

Negócios SC

Negócios SC

Indústria

Indústria catarinense retoma caminho do crescimento

18/12/2020

O caminho para a plena retomada econômica em Santa Catarina é longo, mas cada vez mais certo. Novos indicadores, agora vindos da indústria catarinense, reforçam a trajetória de crescimento da economia estadual frente à crise.

Os dados trazem alento não só aos empresários do setor, mas também contribuem para a arrecadação do Estado e para a criação de empregos. Veja em detalhes essas boas-novas a seguir.

Produção mensal da indústria catarinense supera 2019

O Observatório Fiesc, com base em um levantamento do IBGE, aponta a crescente recuperação da indústria catarinense. Após todas as dificuldades enfrentadas em 2020, de forma inédita desde o início da pandemia, setembro foi o primeiro mês em que a produção física industrial foi superior em relação ao mesmo período de 2019. O crescimento foi de 7,6%, o quarto maior entre todos os estados brasileiros.

O resultado, inclusive, é muito maior do que a média nacional, de 3,4%.

Os três segmentos da indústria catarinense que mais contribuíram para essa expansão foram:

  • máquinas e equipamentos (+37,4%)
  • máquinas, aparelhos e materiais elétricos (+34,7%)
  • produtos têxteis (+25,2%)

Ainda são dignos de nota os segmentos de borracha e material plástico, e celulose e papel, com alta da produção física próxima aos 10%.

Como bem aponta Estela Benetti, especialista na economia de Santa Catarina, os índices de setembro reforçam a tendência de crescimento da indústria catarinense, chegando ao quinto mês consecutivo com números favoráveis. Na comparação mês a mês, as altas foram de 8,8% em maio, 10,5% em junho, 10,6% em julho, 6,5% em agosto e 4,5% em setembro, sempre com relação ao mês anterior.

Agora um dos maiores impeditivos à maior produção industrial é a falta de insumos. Ou seja, o ritmo só não está mais acelerado porque não há matéria-prima o suficiente para abastecer. De todo modo, é um bom indicativo também do aquecimento do consumo, que gera essa demanda.

Leia também: Adoção digital e indústria 4.0: quais setores estão na frente?

Indústria catarinense aumenta arrecadação e gera empregos. (Foto via Freepik)

Crescimento da indústria puxa alta histórica da arrecadação do Estado

Esse momento de alta da indústria catarinense traz reflexos positivos além do próprio setor industrial.

Possivelmente o maior impacto esteja sobre a arrecadação do Estado. Ainda segundo a Fiesc, outubro registrou a maior arrecadação de todos os tempos: foram R$ 2,79 bilhões até o dia 30. Isso representa um crescimento de 17,8% em relação ao mesmo período do ano passado.

No acumulado do ano, superando os prejuízos causados pela pandemia, a alta foi de 1,4%. Para quem esperava fechar 2020 no zero a zero, para usar as palavras de Paulo Eli, secretário de Estado da Fazenda, o resultado é ótimo.

— No primeiro semestre, com o forte impacto na economia por conta da pandemia, não conseguimos os números esperados. Agora, com a economia catarinense voltando à normalidade, as indústrias passaram a vender mais e, consequentemente, o Estado arrecadou mais — esclarece o secretário à Fiesc.

A arrecadação em Santa Catarina segue, com isso, em um movimento de ascensão pelo quarto mês consecutivo.

Leia também: 3 lições das marcas que anunciaram em meio à crise

Cresce a perspectiva de investimentos

O Observatório Fiesc também fez uma sondagem industrial para avaliar o índice de intenção de investimento em Santa Catarina. Novamente, foi registrado um recorde: os 73,2 pontos alcançados em setembro representam o maior resultado da série histórica, que começou a ser avaliada em 2013.

Essa avaliação teve melhora por seis meses consecutivos desde o início da pandemia.

Santa Catarina tem saldo positivo de empregos

Por fim, a indústria catarinense é protagonista na geração de empregos. O setor foi responsável por 52,6% das novas vagas com carteira assinada no Estado, segundo informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Foram abertas 13.067 vagas com carteira assinada em setembro, somando apenas a indústria geral e a construção civil. Pela base do Caged, Santa Catarina teve no mês o terceiro melhor saldo positivo de oportunidades de emprego no País: 24.827 postos em aberto.

Continue acompanhando o Negócios SC para mais notícias sobre a economia catarinense a aproveite para assinar nossa newsletter e receber as informações direto no seu e-mail.

Aproveitando também o embalo da indústria estadual, já pensou em impulsionar seu negócio? Confira o e-book Soluções para divulgar seu negócio na crise e veja como a NSC pode ajudar nas suas vendas.


Negócios SC

Negócios SC


Quer acessar mais dados relevantes do mercado?
Confira nossa seção de pesquisas
Clique aqui
Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Ops! Nós tivemos um problema mensagem não enviada.
Negócios SC NSC Comunicação linkedin facebook youtube infograico