logo Negócios SC
Simule sua Campanha

voltar

Negócios SC

Negócios SC

Economia

SC cria mais de 150 mil vagas de trabalho em 2021

01/10/2021

Santa Catarina continua em ritmo de recuperação e não faltam bons resultados para comprovar isso. Os dados mais recentes do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), publicados pelo Ministério do Trabalho e Previdência Social, são mais uma prova da força econômica do Estado.

Em relação a agosto de 2021, Santa Catarina criou 20.305 novas vagas de trabalho. Esse foi o oitavo mês consecutivo em que o mercado catarinense teve saldo positivo na oferta de empregos. Entre janeiro e agosto deste ano, chegou a 158.946 vagas e, no acumulado de 12 meses, foram criados 234.660 postos.

Com isso, é o terceiro Estado em geração de empregos no Brasil, atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais. Ainda é o único entre as regiões Sul e Sudeste a aumentar o número de empregados formais nos últimos 12 meses, de acordo com o Governo de Santa Catarina.

A seguir, saiba mais sobre essas milhares de vagas de trabalho criadas.

Vagas de trabalho por setor da economia catarinense 

A indústria catarinense lidera a geração de empregos no Estado. Até agosto de 2021, foram criados 81.461 postos de trabalho no setor. Os serviços foram responsáveis por 58.557 vagas, enquanto o comércio acumulou 18.251 e a agropecuária abriu 677.

Mas, considerando apenas agosto deste ano, foi o setor de serviços que teve o maior saldo positivo, com 9.621 novas vagas. A indústria veio em segundo lugar (6.141), seguida pelo comércio (2.982) e pela agropecuária (153).

No acumulado de 2021, os destaques individuais da economia catarinense ficam por conta da indústria têxtil, que gerou mais de 19 mil empregos no período, e da construção civil, com quase 15 mil vagas abertas.

— Somos um estado pujante com uma economia diversificada, temos vagas abertas em praticamente todos os setores. Dados que colocam a economia catarinense em destaque nacional, acima da média — salienta Luciano Buligon, secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável de Santa Catarina.

Leia também: Os setores que mais empregam na indústria catarinense

Indústria lidera criação de empregos em Santa Catarina. (Foto via Freepik)

Cidades catarinenses que mais criaram empregos em 2021

Santa Catarina tem 295 municípios. Desse total, 283 registraram um saldo positivo na geração de empregos no acumulado de 12 meses até agosto de 2021.

— Mês após mês, a nossa economia vem dando sinais de uma vigorosa recuperação. Em Santa Catarina, 95,9% dos municípios têm mais contratações do que demissões, o que representa o maior percentual do Brasil — declara Carlos Moisés, Governador do Estado.

Nesse período, 11 cidades catarinenses figuraram entre as 100 que mais criaram vagas de trabalho no País, segundo o Caged.

Entram no ranking de cidades mais empregadoras do Brasil:

  • 15ª) Joinville: 22.199 vagas
  • 28ª) Blumenau: 14.372 vagas
  • 29ª) São José: 14.157 vagas
  • 30ª) Florianópolis: 13.514 vagas
  • 32ª) Itajaí: 12.556 vagas
  • 56ª) Chapecó: 8.046 vagas
  • 66ª) Jaraguá do Sul: 6.743 vagas
  • 71ª) Criciúma: 6.580 vagas
  • 75ª) Palhoça: 6.522 vagas
  • 82ª) Balneário Camboriú: 6.105 vagas
  • 86ª) Brusque: 6.013 vagas

Analisando apenas os dados de agosto de 2021, estas foram as cidades catarinenses com mais vagas de trabalho criadas:

  • Joinville: 2.665 vagas
  • São José: 1.976 vagas
  • Blumenau: 1.610 vagas
  • Florianópolis: 1.272 vagas
  • Itajaí: 848 vagas
  • Palhoça: 805 vagas
  • Balneário Camboriú: 745 vagas
  • Criciúma: 716 vagas
  • Chapecó: 543 vagas
  • Jaraguá do Sul: 512 vagas
  • Brusque: 510 vagas
  • Lages: 366 vagas

A expectativa para o final de 2021 é de haver um número ainda maior de empregos para os catarinenses, contribuindo para isso as oportunidades do comércio e do turismo nessa época do ano.

Leia também: Como está a retomada econômica de Santa Catarina?

Outros destaques de Santa Catarina no ano

Santa Catarina obteve recentemente outro bom desempenho no âmbito nacional, desta vez no Índice Fiec de Inovação dos Estados. No estudo elaborado pelo Observatório da Indústria da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), com apoio da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), a inovação catarinense foi a segunda mais bem avaliada no País, atrás apenas de São Paulo.

O estudo avalia duas frentes: capacidades e resultados. Em ambas, Santa Catarina ficou nas primeiras posições em muitos dos quesitos analisados. Nas capacidades, destacou-se em Cooperação (2º lugar); Infraestrutura (2º); Capital Humano – Graduação (3º); Capital Humano – Pós-Graduação (6º); Instituições (6º); e Inserção de Mestres e Doutores (7º). Nos resultados, foi bem avaliada em Empreendedorismo (1º lugar); Propriedade Intelectual (2º); Intensidade Tecnológica (3º); Competitividade Global (4º); e Produção Científica (6º).

Outra boa notícia vem do Ranking de Competitividade dos Estados. Santa Catarina subiu ao pódio em seis das dez categorias avaliadas: 1º lugar em Segurança Pública e Sustentabilidade Social; 2º em Eficiência da Máquina Pública e Educação; e 3º em Infraestrutura e Inovação.

Para saber mais destaques de Santa Catarina, veja as novidades em Conheça SC.


Negócios SC

Negócios SC


Quer acessar mais dados relevantes do mercado?
Confira nossa seção de pesquisas
Clique aqui
Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Ops! Nós tivemos um problema mensagem não enviada.
Negócios SC NSC Comunicação linkedin facebook youtube infograico