logo Negócios SC
Simule sua Campanha

voltar

Negócios SC

Negócios SC

Indústria

Santa Catarina destaca-se na produção artesanal de cerveja

20/05/2022

A cerveja é muito mais que uma bebida típica para os brasileiros. Ela representa um mercado com faturamento acima de R$ 100 bilhões por ano, sendo responsável por 1,6% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil, além de gerar 2,7 milhões de empregos diretos e indiretos no País.

Os dados da Associação Brasileira da Indústria da Cerveja (CervBrasil) ressaltam a importância do mercado cervejeiro como um todo no Brasil. Porém, quando falamos da produção catarinense, é na cerveja artesanal que o Estado se destaca, especialmente a região do Vale do Itajaí.

De acordo com um estudo feito pela Associação Vale da Cerveja, a produção anual de cerveja artesanal no País equivale a 1,84 litro por habitante. Enquanto isso, apenas as cervejarias de Blumenau, Pomerode, Indaial, Gaspar e Timbó produzem o equivalente a 23,88 litros a cada habitante, por ano.

Mas não é só o volume, a qualidade também surpreende. As cervejarias da região já conquistaram quase 250 medalhas em competições nacionais e internacionais. Saiba mais a seguir!

O mercado de consumo e produção de cerveja no Brasil

Uma pesquisa do Opinion Box revela que 48% dos entrevistados no Brasil bebem cerveja ao menos uma vez por semana. Em nível global, o País é o terceiro que mais consome a bebida, com 7% do consumo mundial, ficando atrás somente da China (27%) e dos Estados Unidos (13%), segundo um estudo da plataforma CupomValido.com.br.

O Brasil também é o terceiro maior produtor de cerveja no mundo, repetindo a posição atrás da China e dos Estados Unidos. A produção brasileira chegou a 14,7 bilhões de litros em 2021, conforme a projeção da CervBrasil. Já a Euromonitor aponta que as vendas em 2021 alcançaram o patamar de 14,3 bilhões de litros, um resultado 7,4% maior do que o registrado em 2020.

Para o consumidor brasileiro, o preço ainda é o principal fator de decisão de compra. Sete em cada dez compradores na categoria consideram esse um dos elementos mais importantes na escolha, conforme indica a pesquisa do Opinion Box.

No entanto, o sabor não vem muito atrás: 56% dos entrevistados valorizam a experiência na hora de comprar.

O fato é que os brasileiros costumam ser leais quando se trata de consumo de cerveja. Mais da metade do público (54%) declara-se fiel às marcas, contra 23% que bebem qualquer tipo de cerveja, independentemente da marca.

Leia também: Estudo de Mercado das Cervejas no Brasil

Estado tem 175 cervejarias artesanais, segundo último levantamento do Mapa. (Foto via Freepik)

A produção de cerveja artesanal em Santa Catarina

Como falamos anteriormente, é no segmento das cervejas artesanais que Santa Catarina brilha de verdade. Dados do Anuário da Cerveja 2020 mostram que, das 1.383 cervejarias do tipo que estavam registradas no Brasil naquele ano, 175 eram catarinenses. Entre 2017 e 2020, o crescimento médio de unidades foi de 31,3% por ano no Estado.

Os números do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) ainda revelam que Santa Catarina tem o maior número de cervejarias por habitante. É uma unidade para cada 41.443 moradores no Estado.

Com relação à densidade cervejeira proporcional à area, Santa Catarina ocupa a terceira posição, atrás de Rio de Janeiro e Distrito Federal. O território catarinense conta com uma cervejaria a cada 547 quilômetros quadrados.

O desafio da produção artesanal catarinense é ganhar o mercado brasileiro. De acordo com o 2º Censo de Cervejarias Independentes Brasileiras, feito pelo Sebrae, em parceria com a Associação Brasileira de Cerveja Artesanal (Abracerva), apenas 9% das cervejas artesanais produzidas no País têm alcance nacional. A maioria dos produtos (51%) fica restrito à própria cidade onde é fabricado e aos municípios vizinhos.

Leia também: Bayer Bier ganha destaque com ações na rádio

A importância da cerveja para a economia catarinense

Se há produção, tem geração de emprego. No caso da indústria de cerveja e chopes, como apontam os dados do Observatório FIESC, em 2020 ela gerava quase 1.500 postos de trabalho em Santa Catarina. Foram 1.498 vínculos empregatícios registrados naquele ano, um número quase duas vezes maior do que era há uma década.

Além dessa renda direta proporcionada pela produção de cerveja, o turismo também é fomentado graças à produção artesanal. Vale lembrar que o Estado conta com uma Rota das Cervejas já estabelecida, é palco do maior festival de cerveja da América Latina, o Festival Brasileiro da Cerveja, e sedia a maior Oktoberfest fora da Alemanha, por onde passavam mais de 500 mil visitantes por edição antes da pandemia e se consumiam mais de 600 mil litros de chope.

Para saber o que mais move a economia catarinense, acompanhe as novidades do Conheça SC.


Negócios SC

Negócios SC


Quer acessar mais dados relevantes do mercado?
Confira nossa seção de pesquisas
Clique aqui
Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Ops! Nós tivemos um problema mensagem não enviada.
Negócios SC NSC Comunicação linkedin facebook youtube infograico