logo Negócios SC
Simule sua Campanha

voltar

Negócios SC

Negócios SC

Turismo

Já podemos falar em turismo de final de ano em SC?

23/07/2021

O frio em Santa Catarina já lotou hotéis na região serrana, indicando que o turismo catarinense pode voltar a crescer. Mas qual é a expectativa para a tradicional temporada de verão no Estado, que movimenta nossa economia, gera empregos e conquista visitantes do Brasil e do resto do mundo?

A seguir, trazemos alguns dados sobre essa possibilidade de turismo de final de ano em Santa Catarina e como o setor tem se recuperado em 2021. Descubra.

Turismo impulsiona o crescimento do setor de serviços

O setor de serviços em Santa Catarina vem se recuperando da crise e cresce acima da média nacional. No acumulado de janeiro a maio de 2021, o crescimento do volume de serviço no Estado foi de 15,6%, de acordo com a Pesquisa Mensal de Serviços, do IBGE, enquanto a média nacional ficou em 7,3%, em comparação com o mesmo período do ano passado.

Essa alta no volume de serviços é impulsionada, principalmente, por atividades como os serviços de alojamento e alimentação e o transporte aéreo. Em maio deste ano, alojamento e alimentação cresceram 87,6% no âmbito nacional, enquanto o transporte aéreo foi 217,1% maior, ambos em relação a maio de 2020.

Com isso, a receita dessas duas atividades prejudicadas pelo cenário de pandemia vai mudando de vermelho para azul. Por exemplo, em alojamento e alimentação, a diferença de receita tem sido cada vez menor no acumulado de 2021 versus 2020. Em março, o retrocesso era de 23,7% no Brasil; em abril, -13,2%; em maio, -2,3%.

Leia também: Santa Catarina desponta no turismo nacional e internacional

Litoral catarinense está entre os destinos mais procurados no Brasil. (Foto via Freepik)

Recuperação plena em 2022

Logo o turismo em Santa Catarina e no resto do País começará a recuperar os prejuízos da pandemia, que foram muitos. O turismo brasileiro perdeu R$ 376,6 bilhões em todo esse período, segundo o cálculo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Mas em maio já alcançou 52,6% da sua capacidade de faturamento, também de acordo com a entidade.

Dados da Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa) ainda mostram que 11% das operadoras nacionais igualaram o faturamento de 2019, enquanto outras 11% estão vendendo acima do patamar de 2019.

A boa expectativa do setor está atrelada ao avanço da imunização dos brasileiros contra o novo coronavírus. Mantendo-se o ritmo atual, a previsão é a melhor possível para Vinícius Lummertz, ex-ministro do Turismo, ex-presidente da Embratur e atual secretário de Turismo e Viagens do Estado de São Paulo.

— Todos os indicadores, mantidas as “condições atuais de pressão e temperatura”, ou seja, avançando a imunização, são favoráveis. Acredito que teremos uma temporada como há muito não se via — declara Lummertz ao portal Economia SC.

O Sebrae nacional, por sua vez, projeta a recuperação plena do turismo para 2022, quando a maioria da população brasileira deverá estar imunizada.

Leia também: Segmento de bares e restaurantes pode melhorar em 2021?

Destinos de SC entre os favoritos dos brasileiros

Em pesquisa da agência de viagens Zarpo, 90% dos viajantes no Brasil pretendem visitar outras cidades até o fim de 2021. E Santa Catarina tem alguns dos principais destinos desses viajantes.

No turismo de inverno, a Serra Catarinense já tem demonstrado seu poder de recuperação. A taxa de ocupação hoteleira em alguns feriados deste ano chegou a 100% dos mais de 9 mil leitos disponíveis na região.

Enquanto isso, Florianópolis aparece entre os 15 destinos turísticos mais procurados no Brasil em ranking da Decolar e entre os 10 mais desejados no levantamento do Submarino Viagens. Ânderson Silva, em sua coluna no NSC Total, também fala sobre “agências e sites de busca que colocam a cidade entre os cinco destinos mais buscados pelos internautas para a temporada que tende a ser mais próxima do normal”. Bombinhas, por sua vez, é destaque entre os 10 destinos da Trivago para 2021.

A procura é resultado das muitas belezas naturais presentes no Estado e do serviço premiado nacionalmente e internacionalmente. Em maio deste ano, o turismo catarinense ganhou mais uma honraria: o Prêmio Silvia Zorzanello, uma das categorias do Prêmio Excelências, na feira internacional Fitur Madri 2021, na Espanha.

Leia também: Serra Catarinense recebe reforços na economia

Florianópolis analisa a realização do Réveillon 2022

Para o final de 2021, a capital do Estado pode organizar a tradicional festa de Ano Novo. Florianópolis já conta com mais de 71% da sua população maior de 18 anos imunizada com a primeira dose da vacina contra a Covid-19, enquanto mais de 28% dos adultos já receberam as duas doses ou a aplicação única da Janssen.

O Réveillon 2022 em Florianópolis ainda é uma possibilidade a ser estudada, mantendo-se os bons indicadores de saúde pública presentes na cidade. Vinicius de Lucca, superintendente de turismo da cidade, informa que a avaliação final deve ser feita em outubro.

Muito antes disso, em 29 de julho, Santa Catarina realiza seu primeiro evento-teste com grande público. Será uma apresentação da Camerata Florianópolis, no Teatro Ademir Rosa, na capital. Outros quatro testes estão previstos: um congresso, uma feira, um jantar e um evento esportivo.

Com o progresso da vacinação e os resultados desses testes, Santa Catarina deve preparar-se para abrir o turismo no Estado com segurança para a saúde e qualidade de atendimento.

Conheça agora os projetos da NSC para a comunicação das empresas catarinenses.


Negócios SC

Negócios SC


Quer acessar mais dados relevantes do mercado?
Confira nossa seção de pesquisas
Clique aqui
Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Ops! Nós tivemos um problema mensagem não enviada.
Negócios SC NSC Comunicação linkedin facebook youtube infograico