logo Negócios SC
Simule sua Campanha

voltar

Negócios SC

Negócios SC

Economia

A força do consumo e do consumidor em Santa Catarina

24/02/2021

Santa Catarina tem uma das economias mais diversificadas e prósperas do Brasil, além de possuir uma das rendas domiciliares mais altas entre os brasileiros. Mesmo diante da pandemia, o poder de consumo dos catarinenses conferiu alguns dados bastante positivos ao Estado.

De acordo com a pesquisa IPC Maps 2020, Santa Catarina manteve o posto de sétimo estado com maior potencial de consumo entre as demais unidades federativas brasileiras. São mais de R$ 206 bilhões de consumo em potencial por ano.

Três cidades catarinenses aparecem na lista de 50 municípios que lideram nesse quesito: Florianópolis, Joinville e Blumenau, com destaque para a capital, que subiu sete posições com relação a 2019. Outra grande conquista da cidade foi tornar-se a capital com menor índice de famílias endividadas no Brasil, segundo a FecomercioSP.

Confira a seguir outros bons indicadores da economia catarinense.

Compra de veículos em Santa Catarina

Uma das formas de analisar a saúde econômica do Estado é por meio do interesse do consumidor por bens duráveis. Ou seja, pela capacidade de fazer gastos além das necessidades do dia a dia.

Nesse sentido, a compra de veículos e imóveis tem destaque em Santa Catarina.

O Estado tem a maior taxa de veículos por habitante do Brasil. São 690 veículos para cada mil moradores em Santa Catarina, muito acima da média nacional de 455 por mil habitantes. Além disso, em 74,5% dos domicílios catarinenses há pelo menos um automóvel, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), do IBGE.

Apesar do impacto negativo da pandemia sobre a venda de veículos, o mercado catarinense apresentou números melhores que a média nacional em 2020. Segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores de Santa Catarina (Fenabrave-SC), foram 88.780 unidades emplacadas no último ano no Estado.

Entre os veículos favoritos dos catarinenses, o modelo Onix, da GM, manteve o topo dos mais vendidos. A GM ainda teve os modelos Tracker e Onix Plus em meio aos 20 mais vendidos no ano. A Volkswagen aparece nessa lista com Polo, T Cross, Gol, Saveiro e Fox/Cross Fox. Já a Fiat destacou-se com Strada, Argo e Toro.

Os cinco veículos mais vendidos em Santa Catarina em 2020:

  • (Marca / modelo / unidades vendidas)
  1. GM — Onix — 7.215
  2. Hyundai — HB20 — 4.705
  3. Volkswagen — Polo — 3.878
  4. Jeep — Compass — 3.867
  5. GM — Tracker — 3.809

Ainda vale ressaltar que 31% dos catarinenses pretendem adquirir um veículo em 2021, segundo a pesquisa Raio-X do Catarinense, realizada pelo Instituto Mapa e apoiada por NSC e Negócios SC. Portanto, há muito potencial de mercado pela frente.

Leia também: Santa Catarina em números: o poder do consumidor no Estado

Compras virtuais ganham força para o consumidor catarinense. (Foto via Freepik)

Em alta: mercado imobiliário catarinense e de produtos para casa

Por outro lado, com relação aos bens imóveis, o momento é de grande crescimento. Entre janeiro e julho de 2020, o mercado imobiliário de Santa Catarina chegou a registrar um aumento de 26,6% nas operações imobiliárias, em comparação com o mesmo período de 2019. Isso é o que indicam os dados do Colégio Registral Imobiliário de Santa Catarina.

Com o mercado aquecido no Estado, as cidades catarinenses têm valorização de imóveis acima da média nacional. 

No entanto, mesmo quem não comprou imóveis nesse período decidiu investir no lar. O setor moveleiro catarinense apresentou alta de 2,4% na produção industrial em 2020, acompanhando o crescimento de 10,9% das vendas no varejo de móveis no acumulado de janeiro a dezembro.

Para 2021, essa tendência de investimentos em casa continua firme, como revela o Raio-X do Catarinense. Neste ano, as principais intenções de compra dos catarinenses incluem:

  • manutenção e reparos em casa: 48%
  • móveis para casa: 43%
  • TV e equipamentos de informática: 33%

Cuidados com a saúde, como equipamentos de ginástica (30% dos entrevistados), e agrados pessoais, incluindo novos aparelhos de celular (30%), também estão entre as principais intenções de compra no Estado.

Leia também: Mercado imobiliário supera crise e aposta em tendências

Marcas escolhidas para consumo em Santa Catarina

No dia a dia, a economia catarinense traz igualmente boas notícias.

O varejo em Santa Catarina cresceu 5,6% em 2020, puxado pela alta das vendas em supermercados e de materiais de construção.

Nas compras de mercado, algumas das marcas mais lembradas pelo consumidor catarinense estão presentes ou tiveram suas origens no Estado. Urbano, Tirol, Aurora e Sadia são algumas dessas marcas com DNA de Santa Catarina.

No varejo geral, incluindo aí desde o vestuário até os eletrônicos, temos marcas tanto estaduais quanto nacionais entre as mais lembradas, como Renner, Marisa, Koerich, Casas Bahia e Magazine Luiza.

Ao lado desses nomes mais conhecidos para o consumidor catarinense, há espaço para a entrada de novas marcas no mercado de Santa Catarina, ou para o fortalecimento de empresas nacionais, especialmente pelas vendas na internet.

Leia também: Santa Catarina desponta no turismo nacional e internaciona

O consumidor catarinense está pronto para o comércio on-line

Durante a pandemia, o Raio-X do Catarinense ainda revela que 41% dos consumidores experimentaram novas marcas. E a internet tem sido um grande canal de descoberta e aquisição: 41% do público no Estado pretende começar a usar ou usar mais o comércio on-line para efetuar compras.

Para marcas de todo o Brasil, aí está uma excelente oportunidade de conquistar o próspero mercado catarinense.

Então, quer saber como se conectar com o consumidor em Santa Catarina? Confira as soluções da empresa líder em comunicação no Estado para fortalecer sua marca, lançar produtos ou serviços, gerar leads e vender mais.


Negócios SC

Negócios SC

Estúdio NSC Branded Content

Quer acessar mais dados relevantes do mercado?
Confira nossa seção de pesquisas
Clique aqui
Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Ops! Nós tivemos um problema mensagem não enviada.
Negócios SC NSC Comunicação linkedin facebook youtube infograico