logo Negócios SC
Simule sua Campanha
Marketing

Veja como usar geomarketing na sua estratégia

15/01/2020

O geomarketing, ou marketing de localização, é uma das grandes tendências de comunicação para trazer mais resultados às ações da sua marca. Mas você já sabe como usar na sua estratégia?

Confira a seguir alguns conceitos fundamentais para colocar em prática no geomarketing, como geotargeting, geofencing e geotagging, e ainda como fazer SEO nas buscas por locais.

O que é geomarketing?

Primeiramente, geomarketing é um conceito que se baseia do uso da localização para melhor direcionar as ações de marketing. Como veremos, essa prática pode ocorrer de variadas formas, que se valem de táticas específicas para alcançar o público.

No marketing digital, o geomarketing é particularmente beneficiado pelos smartphones, que oferecem a localização em tempo real das pessoas. Por meio desses dispositivos, elas também podem fazer buscas imediatas por negócios nas proximidades.

O Google já identificou esse fenômeno das buscas locais e mostrou como elas são importantes para pequenas e médias empresas. Entre 2016 e 2018, apenas a procura por “_______ perto de mim hoje” aumentou 900%.

Portanto, se você deseja que o público encontre ou descubra facilmente seu negócio, é preciso entender esse novo comportamento de buscas do consumidor e otimizar suas estratégias de geomarketing.

Confira: E-book grátis com as principais tendências de marketing

Sua presença no Google Maps

Uma tática bastante simples de melhorar sua estratégia de geomarketing é configurar uma conta no Google Meu Negócio. As informações cadastradas ali aparecerão no Google Maps, que por sua vez entrarão nos resultados das buscas por “_______ perto de mim”.

Primeiro, acesse o Google Meu Negócio. Em seguida, siga o passo a passo intuitivo, preenchendo corretamente todas as informações necessárias, incluindo formas de contato. Por fim, você verá um painel para monitorar as atividades de buscas pelo seu negócio. Em “Informações”, inclua também o horário de funcionamento, outro dado importante para o consumidor na hora de pesquisar.

Isso ajudará na otimização para motores de busca, neste caso o Google, tanto nas SERPs quanto no Google Maps. Assim você aumentará as chances de seu negócio ser encontrado quando alguém pesquisar pelo seu segmento ou diretamente pela sua marca.

Geotargeting

Agora falando de ações mais diretas de geomarketing, sua empresa pode adotar práticas de geotargeting. Isso significa direcionar sua comunicação para pessoas em localizações específicas, evitando o desperdício de recursos e aumentando o desempenho das campanhas.

É possível fazer isso de diversas maneiras. A mais comum entre empresas que fazem marketing digital são os anúncios direcionados nas redes sociais e no Google Ads. A otimização de segmentação permite veicular propagandas para públicos até por cidade, bairro ou CEP.

Outras opções digitais estão na mídia programática e em aplicativos baseados na localização dos usuários. Apps como Waze, Rappi e Tinder oferecem essa possibilidade por meio de plataformas próprias ou do Google. Com isso, os anúncios nesses serviços são mostrados para regiões escolhidas pelo próprio anunciante.

As mídias essenciais também têm muitas oportunidades de segmentação com base em região do público. Por exemplo, os veículos da NSC permitem segmentar tanto no on-line quanto no off-line a comunicação das marcas. Na rádio, TV e impressos, isso é possível ao escolher os veículos mais adequados à sua estratégia.

Leia também: Mídia programática explicada: como funcionam Ad Network e Ad Exchange

A localização é uma poderosa segmentação em campanhas de marketing. (Foto via Freepik).

Geofencing

Geofencing refere-se a estabelecer um perímetro virtual com base em uma área real. Sempre que um consumidor entrar nesse espaço, que pode abranger bairros inteiros até uns poucos metros, ele receberá uma notificação, um e-mail ou SMS com mensagens da marca.

Isso presume duas questões fundamentais. A primeira é a aceitação da pessoa de fornecer a localização para receber esse tipo de comunicação, com cupons promocionais ou avisos, segundo a Lei Geral de Proteção de Dados. A segunda é ter um meio de captar essa localização. Para tanto, um aplicativo próprio é a forma mais usual de se conseguir isso.

Esse é um método de atrair pessoas já interessadas na sua marca e enviar para elas um lembrete da sua localização. Melhor ainda se for acompanhado com um estímulo, como uma promoção exclusiva, para quem estiver na área.

Geotagging

Outra possibilidade de geomarketing que não depende exclusivamente da sua empresa é geotagging. Essa é a prática de marcar um lugar nas postagens de rede social pelo próprio consumidor.

Por um lado, isso funciona muito bem como divulgação espontânea. Ao postar a localização de uma empresa, o indivíduo atua como um influenciador para despertar o interesse dos seus contatos.

Por outro, isso demanda certo estímulo da marca para que o consumidor faça isso. Ou é preciso apostar em um bom merchandising atrativo, “instagramável” como se costuma dizer, ou oferecer um benefício direto em troca da marcação. Isso pode ser um desconto, a participação em um sorteio, um brinde etc.

Aprenda: Merchandising no PDV: 7 técnicas para aumentar as vendas na loja

Segmente suas campanhas

Agora que você entende melhor o que é geomarketing e algumas formas de fazer isso, veja como segmentar suas campanhas nos veículos da NSC. É muito simples! Com nosso Simulador, é só selecionar a região desejada conforme o público-alvo da sua marca para descobrir as opções mais adequadas em TV, rádio, impresso e digital para sua comunicação.

Clique aqui e faça quantas simulações quiser.


Content Creator

Estúdio NSC Branded Content

Tenha uma marca inesquecível! Comece agora
Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Ops! Nós tivemos um problema mensagem não enviada.
Negócios SC NSC Comunicação linkedin facebook infograico