logo Negócios SC
Simule sua Campanha
Marketing

Startups catarinenses que se destacaram na pandemia

06/07/2020

O mundo da inovação já costuma ser uma montanha-russa de emoções. Agora, no meio de uma pandemia e frente a um cenário econômico desafiador, o ecossistema empreendedor está ainda mais agitado.

De um lado, infelizmente temos redução de pessoal e desaceleração dos negócios em algumas empresas, mesmo em um mercado forte como o de Santa Catarina. Outras, favorecidas por tendências de consumo que despontaram com o novo coronavírus, estão em ritmo acelerado. E ainda há aquelas que desenvolveram soluções específicas durante a crise de Covid-19, tudo isso enquanto adaptam a operação para o modelo de trabalho remoto.

A seguir, veremos algumas dessas startups catarinenses que se destacaram na pandemia com serviços bem adequados à nova realidade. Acompanhe.

Quais startups catarinenses se destacaram na pandemia?

Sizebay

Sem dúvida, o e-commerce foi favorecido pelas medidas de distanciamento social, tornando-se a única opção de compra em alguns casos. Mas isso não exclui a necessidade de as marcas se diferenciarem entre si para conquistar o consumidor.

Na indústria da moda, uma das soluções mais promissoras para isso é oferecida pela Sizebay, startup de Joinville. A empresa é pioneira no Brasil na criação de provadores virtuais, que promete uma experiência de compra diferenciada e mais aprofundada. Isso pode, inclusive, levar o consumidor a testar novas marcas.

ToPedindo

Outro segmento que cresceu por causa da pandemia foi o de entrega em domicílio. Com muitos estabelecimentos sem poder atender presencialmente, o serviço de delivery por meio da compra pela internet foi a ponte necessária entre o comércio e o consumidor.

Uma plataforma catarinense que acompanhou esse aumento da demanda foi a ToPedindo, solução desenvolvida em Criciúma e que atende cerca de 20 cidades do Sul de Santa Catarina. A startup catarinense teve, inclusive, um aumento de 126% no faturamento com o maior número de pedidos on-line.

Zygo

Merece destaque também o delivery para restaurantes e bares criado pela Zygo, startup de Florianópolis. O Delivery do Bem foi desenvolvido assim que se revelaram os primeiros impactos da crise no setor. O que torna esta plataforma especial é o fato de que não há taxas ou cobranças para os donos de estabelecimentos gastronômicos, enquanto permite a criação de lojas on-line para o consumidor encontrar esses lugares pela internet. 

Leia também: #JuntosporSC: conecte seu negócio com uma grande audiência

As startups catarinenses trazem diversas soluções para o cenário de pandemia. (Foto via Freepik)

Smart Tour

Algumas startups catarinenses estão fazendo parcerias com governos para ajudar no controle da pandemia, como a Smart Tour Brasil. A empresa com sede na capital de Santa Catarina criou o Smart Tracking da Covid-19, utilizado pela Prefeitura de Florianópolis nos ônibus municipais para rastrear contatos de casos positivos do novo coronavírus.

Essa solução é adequada à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e foi selecionada por órgãos internacionais como uma das 10 maiores propostas que auxiliam no combate à Covid-19, entre 1.183 soluções de 120 países.

Biocelltis

Outra startup de Florianópolis que vem se destacando na pandemia é a Biocelltis, empresa de engenharia biomédica que é referência na produção in vitro de pele humana. Agora, com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc), a startup catarinense passará a produzir também tecido pulmonar.

O objetivo é possibilitar maiores análises sobre a ação do novo coronavírus e testar medicamentos para curar a doença.

Agendaki

Enquanto isso, algumas soluções estão sendo desenvolvidas para ajudar marcas e consumidores a respeitar as determinações dos órgãos de saúde. Nesse sentido, podemos citar a Agendaki, uma plataforma para agendar atendimentos entre lojistas e clientes, evitando aglomerações.

O projeto conta com profissionais de tecnologia de Santa Catarina e estreou em meio às medidas de distanciamento social.

Leia também: O que as empresas resilientes fazem?

Payface

Na hora de pagar, o consumidor também pode se proteger utilizando novas tecnologias de pagamento sem contato. Uma delas está sendo desenvolvida em Florianópolis pela startup catarinense Payface. Ela possibilita a autorização de transações por meio de reconhecimento facial e promete ter um grande impacto no mercado, tendo recebido recentemente um investimento de R$ 3 milhões para continuar se desenvolvendo.

CredPago

Outras fintechs catarinenses trazem vantagens específicas para determinados setores da economia. A CredPago, por exemplo, é uma startup de Joinville voltada ao mercado imobiliário que oferece uma solução para imobiliárias poderem negociar dívidas em aberto com os clientes. Com isso, espera-se recuperar até o final do ano R$ 20 milhões em aluguéis atrasados no Brasil.

E como a NSC está ajudando Santa Catarina?

Durante toda a pandemia de Covid-19, a NSC também lançou diversas soluções para ajudar o público catarinense, em especial os pequenos negócios que foram mais afetados pela crise. Destacamos aqui três conteúdos com informações essenciais para ajudar sua empresa:

Para mais informações, entre em contato pelo site ou mande um WhatsApp para (48) 99188-5651.


Content Creator

Estúdio NSC Branded Content

Tenha uma marca inesquecível! Comece agora
Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Ops! Nós tivemos um problema mensagem não enviada.
Negócios SC NSC Comunicação linkedin facebook infograico