logo Negócios SC
Simule sua Campanha

voltar

Negócios SC

Negócios SC

Comunicação

Por que ter uma estratégia de mídia de longo prazo?

17/03/2021

Ao investir na comunicação da marca, todo empreendedor espera ter retorno da mídia, de acordo com o objetivo definido no marketing. Para ajudar nessa missão, a NSC otimiza várias etapas da sua divulgação, desde a produção até a veiculação dos materiais.

Mas alcançar bons resultados depende de outro fator igualmente importante: a mudança na mentalidade por trás do investimento. Sem uma estratégia de mídia no longo prazo não há construção de marca e, consequentemente, a comunicação não atinge todo o potencial.

Veja a seguir algumas observações que podem mudar sua percepção sobre o assunto e aumentar seu retorno.

Quando a estratégia de mídia dá resultado?

Usando como referência os próprios cases de sucesso com a NSC, podemos dizer que existem muitos exemplos de marcas que tiveram resultado quase que imediato com suas campanhas nas mídias essenciais. Incluem-se aí Imperatriz Gourmet, Porto Belo Outlet Premium, Trace Tec e tantas outras.

Entretanto, em todos esses casos devemos frisar que tais marcas já estavam presentes na mídia. O Imperatriz divulga frequentemente em diversos canais e veículos, o Porto Belo tem mídia externa, on-line e rádio como sustentação, a Trace Tec também tinha experiência nesse aspecto, inclusive com a NSC, e assim por diante.

Outro grupo de marcas vê o resultado da estratégia de mídia surgir nos meses seguintes à sua entrada na NSC. A Plagesso e a Roots Bonsai são exemplos disso, obtendo retorno dentro do primeiro trimestre.

Ainda temos o grupo das empresas percebendo que quanto mais tempo elas passam na televisão, na rádio, nos jornais impressos ou no digital, mais elas crescem. É o caso de Container Florianópolis, Mateus Casa de Carnes e Fiambreria etc.

Mas também há, infelizmente, algumas empresas que investem durante apenas um mês na comunicação e não têm o retorno desejado. E por quê? Pois elas não investiram por tempo o suficiente para construir a marca junto ao público, pois não estão olhando para uma estratégia de mídia de longo prazo.

Leia também: Qual é o retorno da publicidade das marcas?

Olhar só para resultados imediatos pode impedir de ver o maior retorno futuro. (Foto via Freepik)

Por que a construção de marca é importante?

O relatório Profit Ability, de Ebiquity e Gain Theory, mostra que 58% do retorno é ignorado quando focamos apenas no curto prazo. Uma razão para isso está na complexidade da jornada do consumidor, especialmente nos meios off-line.

Se você tem uma campanha regular na rádio, por exemplo, o consumidor pode ter sido atraído por um comercial que ouviu no mesmo dia ou por um impacto muito anterior. É por isso que se recomenda, nesse meio, uma frequência de veiculação de ao menos 3,4 impressões semanais por pessoa, ao longo de meses e meses. Assim você lança uma “rede” muito maior para captar o máximo de indivíduos.

Como explicamos no porquê de as grandes empresas de tecnologia investirem na TV, o propósito da mídia essencial é preparar o consumidor para o momento em que ele decidir comprar. Isso pode acontecer daqui a uma semana, um mês, um trimestre, mas você quer ter certeza de que, quando ocorra, ele pense na sua marca.

É aí que os maiores resultados começam a surgir.

Uma boa forma de pensar sua estratégia de comunicação é investir 60% na construção de marca e 40% em campanhas pontuais, podendo ter um enfoque mais comercial. Assim, é possível reforçar constantemente seus produtos e serviços junto ao público, aumentando a lembrança de marca, e então conduzi-lo a ofertas específicas que resultarão nas esperadas vendas.

Outro bom motivo para ter uma presença regular na mídia é se preparar para os meses de baixa no negócio, como ocorre em todos os setores. Se a empresa fizer uma campanha muito em cima, o impacto da comunicação pode não ser sentido. Por outro lado, se iniciar a veiculação com meses de antecedência, estará mais fortalecida quando chegar a hora.

Leia também: Por que as big techs investem em publicidade na TV?

Como a NSC facilita o investimento de pequenos negócios?

Além da constância, a construção da marca se dá por outros dois pilares: intensidade e alcance. Intensidade é quando a frequência de veiculação é acelerada em determinado período, como nas campanhas promocionais com tempo limitado. Já o alcance se refere à capacidade de falar com o máximo de pessoas dentro do público-alvo.

Nesses três pilares a NSC pode ajudar sua marca.

Primeiro, vamos falar com relação ao alcance, tomando a televisão como exemplo, já que é o meio de comunicação mais presente nos lares brasileiros. Em fevereiro de 2021, a NSC registrou 58% de participação de audiência entre as cinco principais emissoras de TV aberta.

Mais do que isso, entre os 40 programas mais assistidos na televisão em Santa Catarina, todos são da NSC TV. Ou seja, é incomparável o alcance da NSC nos meios de comunicação do Estado.

É possível ter, igualmente, intensidade e constância na estratégia de mídia na NSC, inclusive para os pequenos negócios. Ainda com base na TV, a NSC conta com programas que possuem um menor custo por mil, que permitem obter um excelente retorno no longo prazo com um investimento acessível. A Sessão da Tarde é um desses casos: o horário oferece uma negociação bastante favorável e consegue impactar 144 mil telespectadores por dia em Florianópolis ou quase 1 milhão por toda Santa Catarina.

Para ver na prática como ter uma estratégia de longo prazo com a NSC, aproveite o Simulador de Campanha e descubra dicas de soluções específicas ao seu orçamento.

 

Fonte: Kantar Ibope Media | Instar – Fevereiro Rat% e Shr% domiciliar / Rch% individual projetado para a área de cobertura da NSC.


Negócios SC

Estúdio NSC Branded Content

Já ouviu o podcast Negócios SC? Conteúdo direto ao ponto com convidados super especiais Ouça aqui
Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Ops! Nós tivemos um problema mensagem não enviada.
Negócios SC NSC Comunicação linkedin facebook youtube infograico