logo Negócios SC
Simule sua Campanha

voltar

Negócios SC

Negócios SC

Inovação

O que mudou na audiência dos reality shows no Brasil?

24/06/2022

Um dos efeitos da pandemia foi reavivar a febre dos reality shows no Brasil. Dados da Behup mostram, por exemplo, que 80% dos brasileiros assistiram a algum programa do gênero nesse período e sete em cada dez telespectadores aumentaram o tempo em frente à televisão.

No entanto, muito mudou do primeiro semestre de 2020 para cá. Não há mais aquela exigência de ficar em casa, o que impacta a disponibilidade do público para consumo de conteúdo.

Diante disso, será que mudou a relação dos brasileiros com os reality shows? Um estudo da MindMiners traz informações interessantes a respeito — acompanhe os destaques.

Brasileiro está mais fiel a reality shows

Em 2022, a MindMiners entrevistou 1.000 pessoas de todos os gêneros, idades e regiões do Brasil. As respostas dão uma boa amostra do público de reality shows no Brasil hoje.

Entre os dados do estudo, destaca-se que 55% dos entrevistados afirmam terem assistido a reality shows neste ano.

O resultado é menor do que o registrado no início de 2021, quando 84% do público respondeu que via esses programas, mesmo que raramente.

Isso mostra como a rotina dos brasileiros mudou e, consequentemente, o consumo de mídia. Contudo, quem permaneceu fiel ao formato consome as atrações com alta frequência.

Em 2020, o brasileiro assistia a reality shows:

  • Todos os dias: 26%
  • Entre 5 e 6 dias por semana: 11%
  • Entre 3 e 4 dias por semana: 19%

Ou seja, 56% da audiência estava ligada nos programas do gênero pelo menos três vezes por semana.

Agora em 2022, 60% dos brasileiros revelam assistir todos os dias e 79% o fazem pelo menos três vezes semanais.

O que se vê é uma ligeira perda daqueles telespectadores ocasionais, que passaram a consumir mais conteúdo na televisão por causa da pandemia. Em compensação, um imenso público continua ligado na programação. Só na edição 22 do Big Brother Brasil foram mais de 155 milhões de pessoas acompanhando pela televisão e, na internet, os conteúdos relacionados tiveram mais de 201 milhões de interações, segundo a Comscore.

Leia também: TV em dados: consumo de vídeo alcança 98% dos brasileiros

Audiência dos reality shows no Brasil é assídua. (Foto via Freepik)

Público dos reality shows no Brasil

Se a base geral é de 55% do público brasileiro acompanhando reality shows, as diferentes gerações têm comportamentos próprios em relação ao assunto.

Os millennials são os mais ligados nesses programas de entretenimento. Seis em cada dez pessoas desse grupo, ou 61%, veem reality shows.

Em seguida aparecem os baby boomers: 56% deles são fãs de realities. A geração X (50%) e a geração Z (49%), entretanto, consomem abaixo da média esse tipo de conteúdo. 

A principal razão para assistir é passar o tempo, revelam os entrevistados. Seis em cada dez indivíduos apontaram esse motivo para acompanhar o gênero.

Por que ver reality shows?

  • Para passar o tempo: 60%
  • Para se divertir: 56%
  • Para observar o comportamento humano: 36%
  • Para se manter a par dos assuntos do momento: 19%
  • Para aprender: 15%

Quem realmente acompanha reality shows no Brasil tem tanto interesse que não se contenta apenas com os horários em que as atrações vão ao ar. Um terço dessa audiência (32%) também paga por canais pay-per-view para ter acesso a ainda mais conteúdo relacionado.

Leia também: Audiência da televisão aumenta o engajamento com a marca

Visibilidade para as marcas

O estudo anterior da MindMiners já revelava que 42% dos consumidores brasileiros conheceram alguma marca ou produto por meio de um reality show. Além disso, 32% da audiência declarou que o interesse aumentou após ter visto um produto no programa.

A nova versão aprofunda esse poder dos reality shows, mostrando que os participantes continuam influenciando mesmo após o fim da edição. Entre os fãs do gênero, 41% gostam de ver ex-participantes em comerciais, 34% seguem ex-participantes nas redes sociais depois do programa e 30% já se inspiraram em roupas e acessórios usados por eles.

Os realities assim trazem diversas possibilidades para aumentar a visibilidade das marcas. Primeiramente, durante os programas. Depois, no embalo do sucesso dos participantes.

Leia também: Como grandes marcas lidam com o cancelamento no BBB22?

Os reality shows mais assistidos estão na NSC TV

Os dados da MindMiners ainda salientam a importância da TV aberta no consumo de conteúdo sobre reality shows. Esse é o meio principal para o público se manter informado sobre as novidades a respeito.

Além disso, os dois reality shows mais assistidos no Brasil estão na tela da NSC TV em Santa Catarina. Oito em cada dez entrevistados no estudo (81%) afirmaram já ter visto o Big Brother Brasil. Em segundo lugar aparece o The Voice Brasil, acompanhado por 57% do público.

Quer saber mais sobre o impacto da televisão no consumidor? Então conheça a Importância dos Intervalos Comerciais, um guia para todo profissional que deseja vender mais com a comunicação.


Negócios SC


Já ouviu o podcast Negócios SC? Conteúdo direto ao ponto com convidados super especiais Ouça aqui
Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Ops! Nós tivemos um problema mensagem não enviada.
Negócios SC NSC Comunicação linkedin facebook youtube infograico