logo Negócios SC
Simule sua Campanha
Inovação

O incrível futuro das impressoras 3D

09/01/2020

A tecnologia abre um leque imenso de possibilidades à frente — e algumas transformações difíceis de assimilar à primeira vista. Em um futuro não muito distante, graças às impressoras 3D, o foco das vendas não será mais tanto em produtos já prontos, mas também em modelos que os consumidores possam produzir nas suas próprias casas.

Assim como os digital twins, a popularização da impressão 3D será uma dessas transformações capazes de mudar a forma como encaramos o mundo. Medicina, educação, indústria alimentícia, moda e diversos outros setores serão impactados diretamente por ela. E você, já sabe como poderá usá-la?

Como funciona a impressão 3D

Nem o conceito nem o uso das impressoras 3D são novidade. Afinal, elas existem desde os anos 80.

O que mudou de lá para cá, no entanto, foi a acessibilidade a essa tecnologia e as aplicações cada vez mais arrojadas. Hoje é possível adquirir no Brasil um bom modelo a partir de R$ 2.000 e para as finalidades mais variadas.

Carros e aviões já estão sendo produzidos com partes impressas em 3D. Roupas e calçados também. E não podemos nos esquecer dos brinquedos e objetos domésticos. Mas talvez o uso mais fascinante de todos tenha sido para salvar vidas: próteses e até órgãos têm sido criados com o auxílio da impressão 3D.

Para todos esses casos, o princípio de operação é o mesmo. Com base em um modelo tridimensional lido por um software, a máquina reproduz o objeto camada a camada. O material usado para isso geralmente é um polímero, como o plástico ABS (acrilonitrilo-butadieno-estireno) ou o PLA (ácido polilático). Aquecida a alta temperatura, a matéria-prima ganha a forma desejada até esfriar e tornar-se resistente.

Aproveite para saber: 10 grandes tendências de marketing para 2020

Venda de projetos tridimensionais

Agora, o que isso quer dizer para o mercado?

Em primeiro lugar, representa a possibilidade de o consumidor comprar modelos em vez de produtos. A produção do objeto desejado pode começar instantaneamente, sob demanda, sem desperdícios e sem espera pelo transporte.

No futuro, o conceito de marketplace de projetos em 3D deve tornar-se cada vez mais popular. Por exemplo, ao comprar um vaso ou outro objeto de jardinagem nós estaremos pagando pelo design e por um arquivo de computador, enquanto a fabricação dele se dará na impressora em nossa própria casa.

Para reparos e reposições de objetos, isso traz uma enorme vantagem. Digamos que seu carro precise trocar uma peça em falta. Neste caso, em vez de esperar a chegada dela, talvez de outro país, uma oficina poderá simplesmente imprimi-la e resolver o problema em poucas horas.

Ou, então, imagine que tenha quebrado uma xícara de um conjunto. Com base no escaneamento de outra xícara, intacta, será possível imprimir uma réplica. Fascinante, não é mesmo?

Visão interna de uma impressora 3D. (Foto via Freepik)

Possibilidades para empresas

Pense na economia de não precisar mais enviar peças de reposição para lugares distantes — e na agilidade que a impressão 3D representa nesse sentido. Isso, com certeza, favorecerá em muito o atendimento ao consumidor.

Outro grande benefício está na rápida prototipagem de produtos, sem desperdício de materiais. É possível desenvolvê-los, testá-los e aprimorá-los com mais rapidez para evitar o risco de dar passos em falso com lançamentos.

Ainda podemos destacar a ampla capacidade de personalização que as impressoras 3D oferecem. Com elas, será possível criar produtos únicos conforme a necessidade ou o desejo do consumidor.

Por fim, vale mencionar as aplicações no marketing das empresas. Uma das muitas situações em que elas se beneficiarão com o uso dessa tecnologia está na criação de brindes, até mesmo os personalizados, para clientes ou em campanhas de endomarketing. Com isso, essa produção passará a ser interna e sob medida para cada indivíduo.

Confira: Lições de transformação digital para aplicar na sua empresa

Outros usos das impressoras 3D

Vimos até aqui como a popularização da impressão 3D abre fronteiras em diversos campos. Vamos citar, então, mais alguns usos promissores dessa tecnologia.

Alimentos

Embora estejam longe de resolver o problema da fome no mundo, as impressoras 3D têm algumas aplicações interessantes na alimentação. A NASA já comissionou projetos para avaliar a possibilidade de imprimir porções no espaço e aqui na Terra já é possível produzir massas e doces.

Medicina

Alguns pioneiros, como o Dr. Anthony Atala, percorreram um longo caminho para utilizar essa tecnologia no transplante de órgãos. Espera-se que, no futuro, não seja mais necessário aguardar um doador de fígado, por exemplo. O paciente poderá ter um molde bioabsorvível do órgão coberto de células-tronco no lugar, reduzindo a fila de espera e salvando muitas vidas.

Educação

A capacidade de reproduzir os mais variados objetos tem aplicações também na sala de aula. Em vez de os alunos aprenderem com representações abstratas ou figuras, agora eles poderão criar réplicas de obras de arte antiga, máquinas, animais e partes do corpo, para citar alguns casos.

Moda

Os segmentos de roupas e acessórios têm um enorme desafio: como ter uma produção em larga escala e propiciar um estilo único a cada pessoa. As impressoras 3D podem ajudar nisso, trazendo certa medida de customização às peças, feitas na hora para o consumidor. Marcas como Nike e Chanel e até o filme Pantera Negra, que ganhou o Oscar de melhor figurino, já utilizaram essa tecnologia.

Quer conhecer mais possibilidades que o futuro reserva? Então fique de olho no canal Tech SC, com as maiores inovações e tendências do mercado.


Content Creator

Estúdio NSC Branded Content

Tenha uma marca inesquecível! Comece agora
Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Ops! Nós tivemos um problema mensagem não enviada.
Negócios SC NSC Comunicação linkedin facebook infograico