logo Negócios SC
Simule sua Campanha
Comunicação

Guia básico para fazer um bom webinar em 2020

22/04/2020

Webinars (ou webinários, em português) são seminários em vídeo transmitidos pela internet que se tornaram um formato popular de conteúdo nos últimos anos. Eles aproveitam a força dos vídeos para gerar diversos benefícios à sua empresa, inclusive vender mais.

Com a crise do coronavírus e muitas empresas levando os eventos para o universo digital, os seminários virtuais têm tudo para se tornar ainda mais importantes nas estratégias de marketing. Descubra aqui mais sobre este assunto e como fazer um bom webinar em 2020 e nos próximos anos.

Formatos mais populares de webinars

Um dos pontos positivos dos webinars é a versatilidade. Eles podem ser gravados previamente ou realizados ao vivo. Podem ocorrer diretamente nas redes sociais ou por meio de uma plataforma específica. Podem ser apenas uma pessoa apresentando, diversas palestras reunidas ou uma mesa-redonda virtual para debater um tema.

Sua empresa ainda pode utilizá-los para apresentar novos produtos ou serviços, disponibilizar treinamentos, realizar entrevistas com personalidades, tirar dúvidas e organizar painéis sobre tópicos relevantes do mercado.

Enfim, quando se trata de webinars, possibilidades é o que não faltam.

Leia também: Guia completo de vídeo marketing para conteúdos de impacto

Webinars ajudam a vender mais

Os webinars são um material rico muito útil dentro de uma estratégia de conteúdo. Eles ajudam a posicionar sua equipe como especialista na área de atuação e a marca como autoridade no assunto. Isso aumenta a confiança do público e melhora a percepção de valor de seu produto ou serviço.

Por meio de parcerias estratégicas de conteúdo, como influenciadores que são referência em segmentos de nicho, sua empresa pode atrair uma nova audiência para sua comunicação a partir desses webinars. Esse público tende a ser bastante qualificado também.

Como toda prática de inbound marketing, os seminários virtuais prezam por um jeito de vender mais sutil e mais agradável para o consumidor. Nesse sentido, um bom webinar deve ser mais informativo que comercial, ou os espectadores se sentirão “enganados” pela promessa do webinário.

Ainda como conteúdo, webinars são capazes de atrair novos leads interessados nos temas que serão abordados em vídeo. Por fim, ajudam a convertê-los em leads qualificados por meio da educação do público sobre o mercado em que sua empresa atua.

Leia também: Veja como gerar leads nas redes sociais em 5 passos

Um bom webinar não precisa de uma superprodução, mas de ótimo conteúdo. (Foto via Freepik)

Dicas para fazer um bom webinar em 2020

Defina o tema com base no funil de vendas

Existem muitos temas que podem ser abordados em um webinário. Então, como definir o ideal para este momento?

O segredo é pensar no objetivo da empresa. Se for atrair leads, um conteúdo introdutório será melhor para esse caso. Se a meta for converter leads ao longo do funil de vendas, aposte em conteúdos mais aprofundados e específicos, procurando trazer especialistas para compartilhar experiências com o público.

Você pode começar a fazer webinars transformando artigos do blog, por exemplo, em roteiros para os vídeos.

Pesquise a fundo o roteiro

Falando em roteiro, é essencial fazer o dever de casa. Pesquise a fundo o assunto que será abordado e prepare um texto que servirá de base para a gravação ou participação ao vivo. Isso reduzirá as chances de dar aquele “branco” durante uma fala e evitará que você não saiba uma resposta de um espectador, se houver interações ao vivo. Inclusive, vale antecipar algumas perguntas possíveis do público e pensar em respostas para elas.

Um roteiro aprofundado contribuirá para dar uma maior duração ao evento, o que agrada aos espectadores. Dados da GoToWebinar mostram que o tempo médio assistido é de 61 minutos por pessoa e 70% delas verão um webinar que dure até 90 minutos.

Crie um formulário de inscrição

Mesmo que você faça o webinar pelas redes sociais, há várias razões para ter uma landing page com formulário de inscrição. A primeira, claro, é gerar leads.

Mas também é válido saber exatamente quem são as pessoas interessadas para enviar lembretes no dia da transmissão, compartilhar conteúdos específicos sobre o evento e criar um fluxo de nutrição de e-mail marketing específico para essas pessoas.

Planeje com semanas de antecedência

Especialmente se você realizar um webinar com participações especiais, a organização deve ser feita com antecedência. É preciso reservar a agenda dos participantes, dar tempo de todos prepararem suas falas, criar o formulário de inscrição etc.

No entanto, não se espante se a maior parte das inscrições ocorrer apenas no dia do evento. A GoToWebinar mostra que 31% das inscrições ocorrem até duas semanas antes, enquanto 36% acontecem na semana prévia e 33% no dia da transmissão. A dica, então, é divulgar com frequência.

Invista na interatividade

Uma das vantagens de fazer um webinar ao vivo é poder contar com comentários e perguntas dos espectadores em tempo real. Isso estimula o engajamento do público. Porém, se o conteúdo do vídeo for gravado, é possível coletar dúvidas pelas redes sociais, que serão respondidas na gravação.

Reaproveite o conteúdo

O momento de transmissão é só a ponta do iceberg do webinário. Não só pode ser desdobrado em diversos conteúdos de marketing e dar origem a um fluxo de nutrição com e-mails de agradecimento e follow-ups com materiais complementares, como também é essencial que possa ser acessado depois. Para se ter uma ideia, 84% dos consumidores B2B preferem assistir ao vídeo depois em vez de vê-lo ao vivo, segundo a GoToWebinar.

No caso específico de webinars ao vivo, você pode aumentar um pouco a participação simultânea se o evento ocorrer entre terça e quinta, no final da manhã ou no começo da tarde. Mesmo assim, divulgue aos inscritos o link para assistir em outra hora.

Conheça: NSC lança podcast de apoio ao desenvolvimento de negócios

Ferramentas para webinars

Um tópico que vale destacar a respeito desse assunto é a escolha da ferramenta para realização do webinar. Você pode escolher dois caminhos para isso: fazer pelas redes sociais ou por uma plataforma específica.

Redes sociais

Se planeja falar diretamente para a câmera ao vivo, as redes sociais são um jeito prático de realizar isso. O Facebook e o YouTube são boas opções nesse caso.

Já se o formato for uma entrevista ou debate com várias pessoas, uma plataforma de conferência de vídeo é mais indicada. O Google Hangouts é mais simples e acessível, enquanto o Zoom é mais completo e permite integração com outras redes.

Plataformas específicas

Entre as mais conhecidas, podemos indicar GoToWebinar, WebinarJam, WebinarNinja, Demio, Livestorm e ClickMeeting. Estes são serviços pagos, mas com diversas funcionalidades interessantes, como criação de formulários personalizados de inscrição, integração com Facebook e YouTube, gravação automática, chat com espectadores, análise de acessos e disponibilização para assistir depois.

Agora que você conhece as soluções para fazer um bom webinar em 2020, conheça outras ferramentas digitais para otimizar as áreas de marketing, vendas e gestão da sua empresa. Baixe nosso e-book com dicas gratuitas para seu negócio.


Content Creator

Estúdio NSC Branded Content

Tenha uma marca inesquecível! Comece agora
Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Ops! Nós tivemos um problema mensagem não enviada.
Negócios SC NSC Comunicação linkedin facebook infograico