logo Negócios SC
Simule sua Campanha
Marketing

Featured snippets: conquiste a posição zero nas buscas do Google

21/11/2019

Você sabe o que são featured snippets, também chamados de posição zero do Google?

Todo profissional que trabalha com search engine optimization (SEO) deseja alcançar a primeira posição nos resultados da busca on-line. Afinal, esse primeiro lugar garante cerca de 30% dos cliques nas pesquisas orgânicas. Isto é, quando não há um featured snippet antes dele.

Esse recurso das buscas do Google tem sido explorado por empresas para conquistar o topo dos resultados sem necessariamente estarem na primeira posição. Confira como isso é possível e o que são, afinal, esses featured snippets a seguir.

O que são featured snippets?

O featured snippet é um trecho em destaque de um conteúdo que aparece nas buscas do Google, sendo exibido antes dos resultados orgânicos das SERPs e depois dos Google Ads. Ele responde, em poucas palavras, a dúvidas relacionadas a determinada palavra-chave utilizada na pesquisa do usuário.

Exemplo de snippet para a busca “melhores praias em Santa Catarina”. (Fonte: Google)

Perceba que nesse modelo sempre será indicado o link da página da qual o snippet foi retirado.

Um aspecto importante desses destaques de conteúdo é que eles não precisam estar presentes na primeira posição da busca, ou seja, pertencer à página de maior autoridade sobre a palavra-chave. O Google simplesmente os considera a melhor e mais sucinta resposta a ser apresentada para que a pessoa não precise sair do buscador. Contudo, em vez de reduzir os cliques, isso tem permitido a sites menores ganharem mais visibilidade.

Na hora de editar ou criar novos conteúdos, pense em perguntas de interesse do público para responder, aumentando suas chances de ganhar esse destaque.

Veja também como SEO vai muito além das palavras-chave.

Relação com o posicionamento nas SERPs

É importante ressaltar que o melhor desempenho nas search engine results page (SERPs), ou resultados da busca, não é um fator determinante para definição do snippet. É claro, ter boas práticas de SEO é essencial para chegar mais próximo de alcançá-lo, porém o recurso tem alguns requisitos próprios, como veremos adiante.

Impacto da posição nos resultados para aparecer nos featured snippets, segundo a Ahrefs:

  1. Primeira posição: 30,9%;
  2. Segunda posição: 23,5%;
  3. Terceira posição: 15,9%;
  4. Quarta posição: 13,7%;
  5. Quinta posição: 6,1%.

No sexto lugar, esse índice já cai para 0,8%. Mas isso mostra que quem está muito perto da ponta pode chegar ao topo por meio desses destaques e dividir os acessos com o primeiro resultado. Nessa mesma pesquisa da Ahrefs, a presença de featured snippets reduzia de 26% para 19,6% o total de cliques na primeira posição das buscas orgânicas.

Esse recurso existe desde 2014 e aparece em cerca de 12% dos resultados das buscas no Google, sinalizando que ainda há um grande potencial para avançar nas SERPS a ser explorado pelos criadores de conteúdo. No entanto, cuidado para não confundi-lo com o knowledge graph, que é uma informação breve trazida pelo Google sem apontar para qualquer página específica.

Resultado da pesquisa “atrações em Santa Catarina”. (Fonte: Google)

Quais são os tipos de featured snippet?

Existem três padrões de featured snippet e, portanto, três formas de organizar seu conteúdo para aparecer na posição zero do Google.

Tipos de snippet:

  • Parágrafo;
  • Lista;
  • Tabela.

Parágrafo

É o destaque mais comum que você encontrará. São muito utilizados para responder dúvidas sobre definições, ou seja, sobre o que são as coisas.

Segundo um estudo da Moz, o tamanho ideal do trecho em destaque deve ficar em torno de 300 caracteres, ou algo entre 40 e 50 palavras. Portanto, a explicação da palavra-chave deve ser condensada e, idealmente, vir logo após um título ou subtítulo que proponha uma pergunta relacionada ou contenha a palavra-chave.

Por exemplo, o snippet para o termo “vitamina” aponta para a página da Wikipédia, que contém a palavra-chave no título e a conceituação dela em seguida.

Exemplo de parágrafo em destaque. (Fonte: Google)

Lista

As listas são mais usadas para definir como fazer algo, explicar temas em ordem ou agrupar tópicos relacionados. 

No snippet são exibidos até oito itens. No entanto, uma dica é ir além disso para que o Google exiba a chamada para ação de ver mais.

Outra boa prática para esse formato é manter o limite de palavras em até oito por tópico, ou 64 delas visíveis em destaque. Ao produzir um conteúdo com diversos títulos e subtítulos, o motor de busca também poderá transformá-los em uma lista por conta própria em alguns casos.

Exemplo de lista em destaque. (Fonte: Google)

Tabela

O terceiro tipo de featured snippet é o quadro ou tabela. Esse formato é ótimo para estabelecer comparações entre produtos e serviços ou especificar várias características deles.

No Google, só aparecem tabelas de até três colunas, portanto esse é o limite para a produção do conteúdo. Mas, assim como as listas, é possível ir além no número linhas para que o buscador insira automaticamente o convite para acesso ao conteúdo completo.

Exemplo de tabela em destaque. (Fonte: Google)

 

Entenda como a distribuição de conteúdo impacta sua estratégia de SEO.

Como conquistar a posição zero nas buscas

Os featured snippets, apesar de não serem uma novidade no setor, têm ganhado destaque nas estratégias de SEO e são uma das maiores tendências de marketing. Com cada vez mais empresas disputando os primeiros lugares nos resultados do Google, conquistar a posição zero nas buscas pode significar um ganho enorme no número de acessos orgânicos às suas páginas.

O grande segredo por trás desses trechos em destaque está em responder dúvidas relacionadas a palavras-chave de forma clara e objetiva. E não há limite de snippets que uma página possa ranquear: segundo a Ahrefs, um único artigo foi destacado em 4.658 termos de busca diferentes.

Passo a passo para disputar os featured snippets:

  1. Defina a palavra-chave do conteúdo;
  2. Defina outros termos associados a ela;
  3. Elabore possíveis perguntas sobre as palavras-chave e termos associados;
  4. Coloque essas perguntas em títulos e subtítulos no conteúdo;
  5. Responda de forma objetiva em parágrafos, listas ou tabelas;
  6. Tenha todos os cuidados habituais com SEO;
  7. Tenha paciência, pois apenas 5,7% das páginas alcançam o snippet no primeiro ano.

Esse é um trabalho de longo prazo que não se sobrepõe às boas práticas de search engine optimization, mas atua ao lado delas para “hackear” os resultados e dar mais visibilidade aos seus conteúdos. Para saber mais sobre como otimizar sua presença on-line, não deixe de conferir o e-book 35 itens indispensáveis para o sucesso do site da sua empresa e aprender as melhores técnicas de SEO.


Content Creator

Estúdio NSC Branded Content

Tenha uma marca inesquecível! Comece agora
Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Ops! Nós tivemos um problema mensagem não enviada.
Negócios SC NSC Comunicação linkedin facebook infograico