logo Negócios SC
Simule sua Campanha

voltar

Negócios SC

Negócios SC

Marketing

Estratégias podem melhorar ranqueamento do negócio em sites de buscas

09/02/2022

A digitalização dos negócios foi impulsionada durante a pandemia e a referência online veio para ficar. Por mais que as redes sociais sejam cada vez mais utilizadas, quando um cliente quer um produto ou serviço sem conhecer um fornecedor específico, na maior parte das vezes recorre ao bom e velho Google.

Mas, para que o site esteja bem posicionado quando ocorre uma busca, alguns critérios precisam ser atendidos. Para isso, profissionais de marketing vêm utilizando técnicas de SEO, sigla de Search Engine Optimization (otimização de mecanismos de busca).

Como melhorar o ranqueamento no Google?

  1. Conteúdo de qualidade

Algumas estratégias já são consolidadas para otimizar os resultados do site. O principal deles é apresentar um conteúdo único e de alta qualidade, com informações que não são cópias (ou parecidas) com aqueles produzidos em sites concorrentes – prática que pode ser penalizada pelo Google.

Elaborar uma pesquisa de conteúdo, apontar tópicos relevantes, buscar fontes que não são trazidas à tona e apresentar curiosidades são algumas formas de produzir conteúdo com originalidade – o que requer tempo, técnica e paciência.

  1. Usabilidade do site

Sites considerados mais responsivos tendem a estar com ranqueamento melhor nos mecanismos de busca. Isso ocorre porque facilita a utilização do usuário. Hoje, os sites precisam ser mobile friendly – como as buscas não ocorrem apenas no computador, o usuário não pode encarar um portal totalmente desconfigurado quando tenta acessá-lo pelo celular. Além disso, a velocidade de carregamento das imagens importa, principalmente a página principal.

  1. Otimização

O rankbrain, ou inteligência artificial do algoritmo, pode ser otimizado por meio de uma escrita natural, mas alguns fatores mais técnicos devem ser considerados, como a tite-tag, o fator mais importante do SEO onpage. A title-tag do site deve ter entre  50 e 60 caracteres, além de incluir um CTA (call to action) e contemplar a palavra-chave principal da página e o nome da marca.

Para isso, é possível utilizar o Google Ads para testar tanto a title quanto a description e encontrar a melhor opção para o seu negócio. Para a url da página, a palavra-chave deve estar inserida, assim como traços no lugar dos espaços, sem números ou datas. Já a canonical tag é utilizada para indicar qual a página de preferência.

As imagens também podem ser otimizadas e a melhor forma de fazer isso é por meio da compactação! Imagens em PNG podem ter qualidade melhor, mas tendem a ser mais pesadas quando comparadas com JPEG e, por consequência, demoram mais para carregar. Como o tempo de visualização também é levado em consideração, é bom ficar atento a essa questão.

  1. Utilização de links

O uso adequado de links relevantes e de alta qualidade – que ajudam o usuário e podem responder dúvidas –  é um dos pontos de análise para um bom ranqueamento. Os links podem ser tanto internos quanto externos. Por exemplo, se na página da empresa há uma área de blog, quando um assunto chega, ele pode já indicar links de complemento ou temas semelhantes, para que o usuário continue a utilização do portal. Isso facilita a vida do usuário e o retém dentro do portal da companhia. Como a capacidade de produção de conteúdo é limitada, também é recomendado que o site tenha links externos. Alguns portais tendem até a cooperar e trocar links entre eles, pois sabem que isso pode melhorar a otimização do negócio. Para melhorar o link building, é bom evitar o uso de palavras âncora como clique aqui ou saiba mais.

  1. Melhor uso de palavras-chave

Um texto pode ser de qualidade, chamar atenção e estar bem escrito, mas sem o uso correto de palavras-chave para serem pesquisadas no mecanismos de busca, todo o esforço pode ir por água abaixo. Por isso, os assuntos e tópicos principais do texto ou página precisam ser elencados com atenção e devem constar no conteúdo.

Algumas estratégias servem para pesquisa de palavras-chave, como tópicos e os chamados seed keywords, que podem ser voltados às personas da companhia. Além disso, plataformas como o SimilarWeb, Google Keyword Planner e Semrush podem ajudar. O Google Search Console pode auxiliar a verificar as palavras que já trazem tráfego para o site – e seria ótimo apostar nelas, não é mesmo? 

Considerando esses fatores, além de melhorar a parte técnica do portal, empresas podem ter referências externas por meio de colaboração ou anúncios em outras páginas, que direcionam o usuário – e possível futuro cliente – até a página principal do site do negócio.

Uma forma é apostar na produção de Branded Content por meio da NSC, pois a utilização de conteúdo novo e de qualidade com palavras-chave que tragam referências a um produto ou serviço e ainda linkem ao site do negócio ajudam a melhorar o ranqueamento em mecanismos de busca. 

Para realizar um orçamento da melhor forma de divulgar a sua empresa, entre em contato com o time da NSC.


Negócios SC


Já ouviu o podcast Negócios SC? Conteúdo direto ao ponto com convidados super especiais Ouça aqui
Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Ops! Nós tivemos um problema mensagem não enviada.
Negócios SC NSC Comunicação linkedin facebook youtube infograico