logo Negócios SC
Simule sua Campanha

voltar

Negócios SC

Negócios SC

Comunicação

Descubra as tendências de mídia que vão marcar 2022

30/11/2021

Grandes transformações estão acontecendo na comunicação das marcas. Entre elas, as tendências de mídia para 2022 devem apontar novos rumos para as estratégias de marketing nos negócios.

Muitas empresas já estão se movimentando nesse sentido e desbravando oportunidades inovadores de se conectar com o público. Veja a seguir quatro dessas mudanças que devem ficar no radar quando o assunto é universo de mídia.

Streaming de vídeo cria um paradoxo

O ano foi movimentado para os serviços de vídeo sob demanda (SVOD), ou streamings. A série Squid Game, da Netflix, bateu o recorde de visualizações em estreias na plataforma, sendo vista por mais de 111 milhões de contas. A própria Netflix e a Apple TV+ foram destaques no Emmy 2021, o maior prêmio da televisão americana. Enquanto isso, o brasileiro Globoplay teve 68% a mais de faturamento no segundo trimestre. Outros serviços, como HBO Max e Star+, começaram a operar no Brasil.

Nesse contexto, a oferta de vídeo nunca foi tão grande. Mas, de acordo com o relatório Tendências e Previsões de Mídia da Kantar IBOPE Media, isso cria um paradoxo de escolha.

Diante da multiplicidade de opções, tanto os espectadores quanto os anunciantes ficam paralisados. Portanto, um caminho provável para o mercado de SVOD é formar parcerias e agrupar serviços sob um mesmo provedor. Assim, em vez de fazer várias assinaturas em diferentes plataformas, os usuários em breve devem assinar um pacote central.

Leia também: O consumo de televisão na era dos serviços de streaming

A estratégia de marketing digital ganha novas possibilidades e desafios. (Foto via Freepik)

A nova era da mídia digital além dos cookies

Falar no fim dos cookies na internet é um exagero. O que está em jogo é o fim dos cookies de terceiros, ou seja, dos dados coletados por uma empresa em endereços de outras. Os cookies primários — dados coletados pela empresa em suas próprias páginas — continuarão existindo.

O Google pretendia colocar um ponto final nos cookies de terceiros ainda em 2022, mas adiou essa despedida para o final de 2023. Com isso, as empresas têm um tempo a mais para se adaptar à nova forma de rastrear a atividade dos usuários on-line. Entretanto, 59% dos anunciantes estão preocupados com essa perspectiva, revela a Kantar IBOPE Media.

Ampliando o desafio, não existe uma única solução para o dilema entre privacidade digital e informações detalhadas sobre os usuários. Aprimoramento da geração de insights com dados próprios, IDs digitais unificadas e publicidade contextual são todos caminhos possíveis, mas uma medida essencial nessa transição é construir parcerias com publishers e outras soluções de mídia que conheçam profundamente suas audiências.

Esses publishers são capazes de gerar insights sobre segmentação, produção de conteúdo e veiculação de campanhas que tragam mais inteligência de dados para os anunciantes na ausência dos cookies de terceiros.

Leia também: Como criar conteúdo de marca com um publisher?

Diversificação da publicidade na internet

Uma das grandes tendências de marketing e mídia entre 2020 e 2021 foi o crescimento do investimento na publicidade digital. De acordo com a Kantar, houve alta nos investimentos em vídeos on-line (+71%) e marketing de influência (+64%), por exemplo.

Contudo, com muitos anunciantes adotando as mesmas estratégias, os benefícios desse investimento tornam-se menores. As marcas então têm de lidar com uma visibilidade mais baixa e um custo de aquisição mais elevado.

Aí entra a importância da diversificação da publicidade na internet. Existe um vasto ecossistema publicitário no meio digital para as marcas explorarem — podcasts, jogos, aplicativos e e-commerce estão aí para provar.

Esse ecossistema ficará ainda maior com o metaverso da Meta (antiga Facebook). Desde o começo do século, ambientes como o Second Life já ofereciam um mundo alternativo para conexões pessoais dentro da internet. Então, nos últimos anos, o investimento das empresas nesses espaços virtuais se ampliou rapidamente, com a presença de marcas como Boticário, Samsung, Havaianas e Brahma em jogos populares, a exemplo de Fortnite, Minecraft, GTA e League of Legends.

Leia também: O ouvinte de podcast e sua importância para marcas

TV, rádio e jornal entre as tendências de mídia para 2022

Nem só de digital são feitas as tendências de mídia para 2022. Não podemos nos esquecer das mídias essenciais — como televisão, rádio e jornal — e do papel que elas representarão em um ano decisivo para o Brasil.

A corrida presidencial, como você deve ter percebido, já começou e ditará muitas conversas no próximo ano. Também teremos o debate sobre ter ou não Carnaval, o monitoramento de novas variantes da Covid-19 e os sinais da economia brasileira. Para completar, no final de 2022 ainda haverá Copa do Mundo.

Tudo isso deve manter o público atento às mídias essenciais, nas quais ele pode obter informações confiáveis sobre os assuntos mais importantes do momento. Segundo a Kantar, por exemplo, 82% dos brasileiros afirmam acompanhar notícias pela TV.

Nesse sentido, a programação de jornalismo da NSC TV será um importante aliado para as marcas captarem a atenção do público em 2022.

Quer saber mais sobre o assunto? Conheça mais soluções em mídia e comunicação no e-book Como otimizar seu funil de vendas com a NSC.


Negócios SC


Já ouviu o podcast Negócios SC? Conteúdo direto ao ponto com convidados super especiais Ouça aqui
Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Ops! Nós tivemos um problema mensagem não enviada.
Negócios SC NSC Comunicação linkedin facebook youtube infograico