logo Negócios SC
Simule sua Campanha
Marketing

Como usar as buscas no Google para entender o público

02/12/2019

Quantas pesquisas na internet você faz por dia, já parou para contar?

Provavelmente são dezenas. Afinal, a cada segundo são realizadas 63.000 buscas no Google no mundo todo, ou cerca de 2 trilhões por ano.

Se isso diz um bocado sobre o nosso comportamento on-line, revela ainda mais sobre os interesses das pessoas. Além de resolver às mais variadas dúvidas ao longo do dia, é possível usar os recursos do Google para entender o público. Isso trará três grandes benefícios para sua empresa:

  • Ajudará no conhecimento da buyer persona;
  • Dará muitas ideias de conteúdos úteis para inbound marketing;
  • Gerará informações para oferecer novos produtos e serviços.

Confira mais a seguir.

Por trás das buscas no Google

Há muito tempo o buscador da empresa fundada por Larry Page e Sergey Brin tornou-se referência nas pesquisas on-line. Esse grande volume de buscas permitiu uma leitura muito mais ampla do comportamento do consumidor e, o melhor, por meio de informações fornecidas espontaneamente.

Nesta era em que o conhecimento é um dos principais recursos de uma empresa, saber ler as buscas no Google é um grande diferencial.

Por exemplo, não basta perceber que “iPhone 11” é um assunto popular. Deve-se compreender de que forma o público relaciona-se com esse tópico.

Sugestões de resultados nas buscas no Google.

Nesse caso, há modelos que despertam mais interesse que outros e por isso vêm antes nas sugestões de resultados. O fator preço também se destaca, aparecendo em algumas sugestões enquanto outros elementos, como “câmera” ou “memória”, sequer aparecem.

Levando esse exemplo para a comunicação da sua empresa, você pode descobrir como as pessoas interagem com diversos aspectos de seus produtos e serviços. Sabendo o que mais interessa a elas, é possível criar mensagens com argumentos de venda mais eficientes e reforçar a promoção de produtos que estejam com baixa procura.

Criando conteúdos úteis

As buscas no Google também são um ótimo recurso para descobrir palavras-chave e assuntos para abordar em uma estratégia de marketing de conteúdo. Ao entender a dúvida, fica muito mais fácil criar as respostas para atrair o tráfego on-line para suas páginas.

Faça o teste: jogue no buscador alguma palavra-chave relacionada ao seu negócio. Então perceba:

  • As sugestões de autocompletar do Google;
  • Os links que aparecem nos resultados da primeira página;
  • As pesquisas relacionadas sugeridas no final da página;
  • Se aparece algum featured snippet que resuma a palavra-chave;
  • Se o próprio Google traz uma caixa de informação com perguntas afins.

Exemplo de perguntas relacionadas a “protetor solar”.

Tudo isso faz parte do universo de interesses em torno do assunto. Só nessas perguntas você já tem quatro ideias de conteúdos para um bom ranqueamento usando SEO.

Dica importante: sempre que fizer essas buscas no Google para ter insights de conteúdo, abra uma guia anônima no navegador. Desse modo, as suas pesquisas passadas não afetarão a indicação de resultados.

Mais palavras-chave

Outra ferramenta digital — e gratuita — para ajudar na sua produção de conteúdo é o Planejador de Palavras-Chave do Google. Além de o serviço sugerir palavras-chave relacionadas, ele mostra o volume de buscas e a concorrência por elas caso deseje fazer anúncios. Isso lhe permite saber melhor a complexidade para alcançar um bom ranqueamento dos resultados com cada termo associado à sua estratégia.

Ao fazer seu cadastro, a ferramenta pedirá dados para cobrança, mas não é necessário rodar nenhuma campanha de Google Ads para usá-la.

Confira outros serviços úteis de marketing para usar no dia a dia.

Por dentro das tendências

Quer saber se uma tendência de comportamento do consumidor é um “boom” repentino ou  realmente um hábito em evolução? O Google Trends é a ferramenta para isso.

Vejamos o caso de dois superalimentos que se tornaram populares no Brasil nos últimos anos: chia e quinoa. Nos últimos cinco anos, é possível perceber que o interesse por chia (em azul) tem caído gradativamente, enquanto a quinoa (azul) tem subido. A tendência é que se equiparem em breve, portanto quem trabalha com produtos naturais deve ficar atento a esse tipo de movimento.

Comparativo de buscas por “chia” e “quinoa” no Google nos últimos cinco anos.

Esse tipo de consulta pode ser usado para medir a relação de empresas concorrentes, ou o efeito da introdução de novos produtos sobre o interesse por modelos antigos, ou ainda o impacto de uma menção em mídia essencial sobre as pesquisas na internet. Em nosso artigo sobre podcasts mostramos como a cobertura no Jornal Nacional catapultou as buscas no Google pelo assunto.

O Google Trends ainda informa as consultas relacionadas em ascensão e quais cidades mais interessadas pela palavra-chave que você conferiu. 

Com esses recursos gratuitos, é possível ter um entendimento maior do público e de como ele se relaciona com os produtos e serviços em seu segmento. Além de isso gerar insights para a comunicação, um olhar atento às buscas pode abrir caminhos para o negócio, como ao revelar o desejo por novos produtos ou serviços ou perceber potenciais de uso não percebidos nas suas ofertas atuais.

Quer saber outras formas de transformar conhecimento em crescimento da sua empresa? Então confira o artigo “Customer data: usando dados para o sucesso do cliente” e aprenda muito mais.


Content Creator

Estúdio NSC Branded Content

Tenha uma marca inesquecível! Comece agora
Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Ops! Nós tivemos um problema mensagem não enviada.
Negócios SC NSC Comunicação linkedin facebook infograico