logo Negócios SC
Acelere suas vendas
Marketing

Como melhorar a taxa de conversão nos sites?

23/10/2018

Saiba como o indicador da taxa de conversão pode ser utilizado para potencializar estratégias

A taxa de conversão é uma métrica que se baseia numa representação matemática e é importante para que você entenda se sua estratégia está no caminho certo ou se pode melhorar. Ela pode ser aplicada em e-mails, anúncios, redes sociais, no próprio site e pode ajudar em muitos sentidos. Por exemplo: a taxa de conversão pode ser utilizada como termômetro para entender a real eficiência da comunicação do seu canal.

Que saber mais? Acompanhe este texto e saiba como a taxa de conversão ajuda a compreender os resultados da estratégia de marketing digital que você está desenvolvendo. Descubra também como calcular, avaliar e aplicar em sua estratégia.

A IMPORTÂNCIA DE ANALISAR A TAXA DE CONVERSÃO

Entender a taxa de conversão é muito importante porque ela informa o nível de eficiência e maturidade em que o seu site se encontra. Esse cálculo pode ser realizado para avaliar qualquer estratégia, como, por exemplo, a eficiência de usar as redes sociais para atrair leads.

Você pode, por exemplo, criar uma Landing Page para promoção de um produto ou serviço e divulgar o link nas redes sociais. A estratégia fará com que as pessoas que estão conectados ao Facebook ou Instagram da empresa visitem a página específica e convertam de alguma maneira, como preenchendo um formulário.

Saiba como mensurar o retorno do investimento (ROI) de suas campanhasMensurar ROI

No entanto, é preciso entender exatamente o resultado desse trabalho em termos quantitativos. Por meio do volume de tráfego e conversão, você irá entender como tem sido a evolução do número de pessoas que, de fato, estão interessadas em obter mais informações sobre os conteúdos que você oferece, com qualidade e conhecimento sobre determinado assunto. Dessa forma, será possível compreender mais precisamente o retorno do seu investimento. Aprenda a seguir como calcular.

COMO CALCULAR A TAXA DE CONVERSÃO E COMO AVALIÁ-LA?

Não é necessário dominar conhecimentos avançados de estatística ou engenharia de dados para saber calcular a taxa de conversão. É muito mais simples do que você imagina. Para começar a entender esse processo, devemos observar os elementos que fazem parte do funil . Alguns deles são:

  • Visitantes para leads;
  • Leads para oportunidades;
  • Oportunidades para clientes.

Vamos ver como calcular a conversão de visitantes do site para leads. Ou seja, identificar o número de pessoas “captadas” quando essas navegam pelas páginas da empresa. Para isso, vamos recorrer a um exemplo simples. Utilizando o exemplo dado no tópico anterior, vamos supor que seu site tenha registrado o volume de 1000 acessos em determinado período. Nesse mesmo tempo, foram preenchidos 800 formulários. Assim, temos:

Número de visitas: 1000

Número de leads gerados: 800

A taxa de conversão é a divisão do número de leads gerados pelo número de visitas no seu espaço na web. Portanto, temos:

Taxa de conversão: 800/1000 = 0,8 ou 80%

Além de calcular e acompanhar esse valor de taxa de conversão, é recomendado monitorar outras métricas que dão a visão completa dos resultados e sinalizam qual etapa da estratégia pode ser melhorada. Indica-se analisar a conversão de visitantes para leads, leads para oportunidades e oportunidades para vendas.

Para calcular as taxas, utilize o cálculo exemplificado. Para ter as métricas de benchmarking do mercado, recorra a ferramentas online ou pesquisas de mercado. Abaixo, confira um exemplo de referência para o segmento de Serviços em Geral, das taxas de benchmarking fornecidas pela Resultados Digitais.


Fonte: Benchmarking Funil de Vendas – Resultados Digitais

Com a taxa média calculada, você deve estar se perguntando o que esse valor significa para o seu negócio e se o número encontrado é bom ou ruim. Para saber isso, você deve ter em mente que a taxa de conversão deve ser relacionada a vários elementos presentes no mercado em que o produto ou serviço está inserido. Alguns deles são:

  • segmento em que a empresa atua;
  • taxa de conversão que os concorrentes apresentam;
  • o preço do produto ou serviço.

Esses elementos ajudam a fazer uma boa análise. Por exemplo, vale a pena utilizar o Google AdWords e fazer uma pesquisa focada em Average Conversion Rate (CVR). Essa métrica mensura o número médio de conversões por clique num determinado anúncio. Com esses números dá para ter uma ideia sobre a média do mercado e com isso você consegue fazer uma boa avaliação.

Por exemplo, se seu negócio alcança taxas maiores do que a média, o resultado pode estar atrelado a diversos fatores como preço competitivo, produto ou serviço de qualidade superior ou até mesmo apresentação do site atraente. Pode inclusive haver uma combinação de fatores, que é um cenário muito positivo, já que significa assertividade e, consequentemente, leads qualificados.

Mas se o valor for muito baixo, é preciso entender o motivo pelo qual os acessos estão se perdendo. É nesse momento em que o time de marketing tem que arregaçar as mangas para identificar os problemas e encontrar a solução de mídia ideal. Também não se pode deixar de lado o time de vendas, que também é responsável por trazer ideias interessantes para atrair novos leads.

6 DICAS PARA MELHORAR A TAXA DE CONVERSÃO

Agora que você sabe como calcular e avaliar a taxa de conversão, nada melhor do que aproveitar essa métrica para melhorar ainda mais a performance no site. A seguir, você confere algumas dicas de otimização de taxa de conversão.

1 – RECORRA A ESTRATÉGIAS DE MÍDIA DISPLAY

Há a estratégia de utilizar mídia display com chamadas que direcionam para o conteúdo do site. Isso faz com que um público qualificado seja alcançado de acordo com cada tipo de conteúdo. Esse tipo de estratégia consegue resultados muito maiores em relação às que atraem clientes de forma orgânica.

2 – APOSTE EM UMA BOA LANDING PAGE

Uma Landing Page permite que você crie uma lista de contatos. Se ela não tiver um aspecto interessante, possivelmente você não conseguirá atrair novos clientes e, com isso, a sua taxa de conversão pode se aproximar de zero. Utilize a uma landing page para oferecer um conteúdo mais complexo, como e-books, planilhas, templates, webinars e convencer seu lead de que realmente vale a pena deixar seus dados em troca do download ou do acesso.

Uma boa landing page precisa ter títulos que despertem a curiosidade. É importante que quem visita os canais da sua empresa na internet queira saber cada vez mais sobre o conteúdo que você oferece. Dessa forma, um título que contenha palavras como “segredo”, “oportunidade” e “solução” são algumas das estratégias.

Tome cuidado também com as imagens. Elas devem ser pensadas para interessar e passar confiança aos clientes de que o produto é de qualidade. Deixe bastante evidente fotos que façam a pessoa enxergar o produto inteiro. Alguns recursos para isso podem ser fotos bem iluminadas, visão 360 graus ou fotos retratadas em vários ângulos. Tudo isso ajuda a aumentar a taxa de conversão. No caso de serviços, uma alternativa é buscar fotos de qualidade em bancos de imagem. Elas devem mostrar como é a atuação do seu trabalho, como um arquiteto mostrando uma planta de um projeto, por exemplo.

Para avaliar se a landing page está dando resultado,, não deixe de realizar experimentos. Por exemplo, você pode realizar um teste A/B, que consiste em dividir o tráfego de determinada página em duas partes: a versão original e outra com a modificação ancorada em uma estratégia. Dessa maneira, será possível verificar qual página apresenta desempenho mais interessante, ou seja, converteu mais.

3 – FOQUE EM CONTEÚDO PERSONALIZADO

De que adianta receber milhares de visitas sendo que todos esses visitantes não são leads qualificados? Se a sua estratégia for simplesmente gerar tráfego para o site, sem problemas. Mas se a sua estratégia é gerar leads através dos visitantes, é preciso investir em uma estratégia personalizada que garanta leads qualificados. Isso pode ser conquistado com a oferta de conteúdo segmentado. Ou seja, é necessário que o público-alvo do produto ou serviço da empresa tenha sua demanda atendida por meio de um assunto que interessa a ele.

Um dos recursos que pode ajudar nisso é investir no blog da empresa, com conteúdos relevantes para atrair mais tráfego para as outras páginas. Mas como? Páginas de produtos ou serviços do seu site podem ser adicionadas aos novos posts do blog, além da possibilidade de fazer parceria com publishers para melhorar ainda mais os resultados.

Além de um potencial cliente se interessar pelo conteúdo, essa ação é um dos critérios que buscadores web, como o Google, utilizam para ranquear um site. Ou seja, se você oferece conteúdo interessante e periódico, é possível que ele atinja as primeiras colocações nas pesquisas feitas pelo Google. Certamente essa estratégia aumenta a taxa de conversão.

4 – RECEBA TRÁFEGO DE GRANDES PORTAIS

Grandes portais digitais que têm fit com o seu público alvo, como portais de notícias, jornais digitais ou blogs de profissionais com alta relevância, são boas opções para gerar tráfego no seu site. É possível optar tanto por guest posts quanto por hospedar um conteúdo seu em portais de terceiros.

Entre as opções estão publieditoriais que falam sobre seu produto, artigos de publicidade nativa ou mesmo branded content, em que os conteúdos entregam informação ou entretenimento para o consumidor. Além disso, por meio de link building é possível conectar o conteúdo com outros do seu blog/site ou ainda direcionar o call to action para uma landing page que vai gerar mais leads.

Você conhece a diferença entre branded content, publicidade nativa e marketing de conteúdo?Veja a diferença

5 – MELHORE A VELOCIDADE DE CARREGAMENTO DO SEU SITE

Uma frustração conhecida por todo usuário é quando a página da empresa demora para carregar. E se você acha que ele vai continuar ali esperando, está enganado. De acordo com um estudo da Kissmetrics, 40% dos visitantes abandonam páginas que levam mais de 3 segundos para carregar e cada 1 segundo a mais no tempo de carregamento do site reduz em 7% o número de conversões.

Aumente a velocidade do seu site investindo em hospedagem de qualidade. Geralmente, hospedagens gratuitas não são recomendáveis, porque não têm como propósito manter uma alta velocidade de carregamento.

6 – OTIMIZE O SITE PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS

Hoje em dia, tem crescido o número de pessoas que querem comprar por meio do smartphones ou tablets. Por isso, uma página que abre com velocidade e qualidade nesses dispositivos tem ótima acolhida pelo usuário e, com isso, tem chances de conquistar uma boa taxa de conversão.

Essas foram algumas das principais maneiras de melhorar a taxa de conversão de sites. Para que essa experiência seja bem-sucedida, também é importante conhecer estratégias de mídia inovadoras para atrair ainda mais o público. Afinal, quanto mais novidades o site oferecer, melhor a possibilidade de converter leads.


Content Creator

Estúdio NSC Branded Content

Veja como deixar sua marca na memória do consumidor Conheça o Estúdio NSC
Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Ops! Nós tivemos um problema mensagem não enviada.
Negócios SC NSC Comunicação linkedin facebook infograico