logo Negócios SC
Acelere suas vendas
Marketing

Como a segmentação de mercado traz efetividade para o marketing?

23/10/2018

Em uma economia altamente competitiva, é preciso investir em ações de marketing que coloquem a marca em evidência.

Afinal, a empresa precisa ser vista e lembrada pelo seu público-alvo.

Apesar desta ser uma premissa básica do universo empresarial, produzir campanhas de sucesso não é uma tarefa simples e depende de uma boa análise de dados, conhecimento do público-alvo e a segmentação de mercado. Neste post, falaremos um pouco mais sobre a efetividade de suas estratégias de marketing. Continue a leitura para saber mais!

ANÁLISE DE PERFIL DE PÚBLICO DENTRO DAS ESTRATÉGIAS DE MARKETING

Cada conteúdo, campanha e ação deve ter como alvo um público definido. Ao construir um perfil bem detalhado do cliente ideal, a empresa passa a conhecer seu público-alvo e seu estilo de vida.

Com esses dados em mãos, é possível desenvolver um trabalho muito mais focado e eficiente. Além disso, os dados, em especial as métricas de desempenho, são imprescindíveis para o monitoramento dos resultados e correção de possíveis falhas.

Como fazer essa análise?

Para que a sua campanha seja efetiva, é importante baseá-la em dados concretos e atualizados sobre seus clientes em potencial. Há uma série de informações relevantes, entre as quais podemos destacar:

  • Idade e sexo do público-alvo;
  • Localização geográfica do público;
  • Nível de escolaridade e renda mensal;
  • Padrões de consumo;
  • Desejos e necessidades;
  • Características do produto;
  • Orçamento disponível para a ação.

Pode-se observar que esses dados servem como orientadores de todo o planejamento de marketing. Não há como fazer marketing sem análise de dados. Caso contrário, corre-se o risco de investir tempo e dinheiro em campanhas que não atingem o público e que, portanto, não possuem um retorno satisfatório.

A SEGMENTAÇÃO DE MERCADO E A EFETIVIDADE DO MARKETING

Outro aspecto que merece destaque dentro das estratégias de marketing é a segmentação de mercado. Todo gestor deve compreender bem esse fator e aprender a direcionar seus esforços a um grupo de pessoas específico.

O que é segmentação de mercado?

A técnica consiste em dividir o mercado em grupos. Cada grupo reúne pessoas com características e necessidades semelhantes, como idade, sexo, renda mensal, profissão e preferências.

Observe que a intenção é reunir o máximo de informações sobre esse nicho e, assim, planejar ações de marketing cada vez mais personalizadas e efetivas.

Por que a segmentação é tão importante?

A segmentação é uma técnica eficiente, pois permite que a equipe de marketing visualize com mais facilidade as questões que influenciam o comportamento de compra desses indivíduos. Assim, a empresa se aproxima dos seus clientes e aprofunda essa relação – ao conhecer suas características, desejos e necessidades, a elaboração da abordagem se torna mais rápida e personalizada.

Como consequência, o consumidor se sente acolhido pela marca. Ele passa a enxergar o produto ou o serviço ofertado como a solução de seus problemas e, por isso, tende a efetivar a compra.

Quais os principais tipos de segmentação?

Existem alguns tipos de segmentação de mercado que merecem ser destacados. Eles são, na verdade, critérios para se dividir o mercado e planejar um mix de marketing mais direcionado e eficiente:

Segmentação demográfica: consiste em organizar o mercado em grupos, levando-se em consideração aspectos demográficos, como idade, renda, sexo, estado civil, religião e nacionalidade.

Esse modelo é amplamente aplicado no mercado. Via de regra, é possível perceber que o comportamento de compra de um consumidor é influenciado por questões demográficas. Com isso, é sempre interessante avaliar esses dados durante o planejamento de marketing.

Segmentação psicográfica: leva em consideração a personalidade e o estilo de vida do consumidor. Para isso, parte-se da premissa de que o seu comportamento de compra pode ser influenciado por esses fatores. Por exemplo: um indivíduo com um estilo de vida saudável e que valoriza práticas sustentáveis pode considerar o consumo de produtos orgânicos como essencial. Porém, um indivíduo que gosta de culinária urbana e que possui o hábito de frequentar bares durante a semana pode não se preocupar tanto com essa questão.

Segmentação geográfica: observa questões relacionadas à geografia. É importante entender que cada região do país e, até mesmo de uma cidade, possui costumes e necessidades diferentes. Esse é um dado fundamental para o marketing e ajuda a definir,, onde a mídia deve ser utilizada.

Em determinadas regiões do país, por exemplo, o rádio é um dos principais meios de comunicação. Se o seu público estiver localizado em algumas dessas regiões, é interessante utilizar o meio de comunicação como estratégia de marketing e produzir campanhas para serem veiculadas em horários de maior audiência.

Como usar a segmentação em diferentes estratégias?

A segmentação deve fazer parte das estratégias de marketing e pode ser muito útil para definir o modo como a marca se apresentará para o consumidor. Confira!

Segmentação para mídia display: a mídia display é utilizada nos meios digitais para impactar potenciais consumidores e proporcionar uma maior aproximação entre a marca e seu público-alvo. É possível segmentar por geolocalização e outros filtros, além da possibilidade de definir diferentes formatos de acordo com o objetivo e estratégia de impacto como o uso de banners, superbanners, entre outros.

Segmentação para campanhas de mídias sociais: com um público cada vez mais adaptado às redes sociais, a segmentação por meio desses canais é outra opção interessante para as empresas. Os anúncios no Facebook, por exemplo, podem ser segmentados por meio do cruzamento de dados sobre hábitos de consumo e comportamento nas redes sociais. Ou seja, o uso de informações offline no mundo online aprimora a segmentação e ajuda a produzir a campanha certa para o público certo.

Conclui-se, portanto, que a segmentação ajuda a tornar suas campanhas mais assertivas. Trata-se de uma análise importante, capaz de direcionar os esforços e o capital disponível para o marketing para as ações e meios que trarão os melhores resultados para o negócio.

Juntas, essas duas estratégias transformam a maneira com que a marca se relaciona com seus clientes. A abordagem passa a ser mais focada e efetiva, fazendo com que os reflexos positivos logo sejam percebidos.

Para entender melhor como sua empresa pode se beneficiar com um marketing mais estratégico, confira esse caso de sucesso.


Content Creator

Estúdio NSC Branded Content

Veja como deixar sua marca na memória do consumidor Conheça o Estúdio NSC
Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Ops! Nós tivemos um problema mensagem não enviada.
Negócios SC NSC Comunicação linkedin facebook infograico