logo Negócios SC
Simule sua Campanha

voltar

Negócios SC

Negócios SC

Tecnologia

Brasil lidera acesso à internet pelo celular no mundo

26/01/2022

O Google prioriza cada vez mais a experiência na navegação móvel para determinar o ranqueamento nas buscas on-line. A razão por trás disso é clara: ano após ano, cresce a predominância do acesso à internet pelo celular em comparação com o desktop.

Nos 10 maiores mercados da navegação móvel, a média de uso diário de celulares e tablets foi de 4 horas e 48 minutos no ano de 2021. Isso representa um aumento de 30% no tempo médio diário em relação a 2019, de acordo com os dados do relatório State of Mobile 2022, produzido pela App Annie.

Nesse cenário, os usuários brasileiros lideraram o tempo de acesso à internet em dispositivos móveis pelo segundo ano consecutivo. Em 2021, o Brasil chegou a gastar 5,4 horas por dia, em média. Vale destacar que em 2019 essa marca estava em 4,1 horas diárias.

Veja mais dados a seguir e entenda por que investir em uma boa experiência móvel é essencial para o sucesso dos negócios.

O panorama da navegação móvel no mundo

A App Annie, empresa de análise de dados de aplicativos, averiguou 30 mercados e 17 indústrias para produzir o relatório State of Mobile 2022. Os números que ela traz em relação a 2021 são impressionantes.

A começar pela quantidade de aplicativos baixados, o relatório já surpreende revelando que ocorreram 435 mil downloads por minuto no ano. Com isso, o total de 2021 chegou a 230 bilhões de apps baixados.

Os cinco aplicativos mais populares no mundo foram:

  1. TikTok
  2. Instagram
  3. Facebook
  4. WhatsApp
  5. Telegram

Esse mercado, inclusive, revela-se cada vez mais lucrativo. Foram gastos 170 bilhões de dólares em lojas de aplicativos e 295 bilhões de dólares nas compras in app (dentro do próprio aplicativo) ao longo de 2021. Na comparação anual, isso representa crescimentos de 19% e 23%, respectivamente.

Não à toa tem aumentado bastante o interesse das empresas no desenvolvimento de aplicativos. Só no ano passado foram lançados 2 milhões de novos apps para Android e iOS.

Mas, além da oportunidade de se gerar um novo canal de renda, a própria necessidade força empresas das mais variadas indústrias a oferecer soluções para dispositivos móveis. Ferramentas virtuais voltadas para trabalho, gestão financeira e saúde, por exemplo, tiveram maior demanda por causa do cenário de pandemia.

Leia também: 10 superdicas de como atrair clientes para baixar seu aplicativo

Brasileiro passa 5,4 horas usando dispositivos móveis por dia. (Foto via Freepik)

Brasil tem o maior tempo de acesso à internet móvel

Considerando que o Brasil tem 126,5 milhões de pessoas conectadas à internet e 112 milhões de usuários de celulares e tablets, é surpreendente que a média de tempo utilizando dispositivos móveis no País alcance as 5,4 horas por dia. É como se mais da metade dos brasileiros passasse um terço das horas acordadas em navegação móvel.

Em 2021, esse perfil de internauta baixou mais de 10 bilhões de aplicativos. Apenas dois anos antes, em 2019, esse número mal chegava aos 8 bilhões. Isso coloca o Brasil como o quarto país que mais faz downloads de aplicativos no mundo, atrás apenas de China, Índia e Estados Unidos.

Além dos downloads em categorias superpopulares como redes sociais e vídeo, o Brasil também chama a atenção pelo aumento da busca por apps financeiros. Em especial, o das fintechs que atuam na brecha deixada pelas instituições mais tradicionais. Houve um crescimento de 175% no número de aplicativos baixados dos novos bancos — como Nubank, C6 e PAN — nos últimos quatro anos.

Leia também: O comportamento digital dos brasileiros na pandemia

Consumo de vídeo é destaque

Outra informação que vale destacar no State of Mobile 2022 é o consumo de vídeo em dispositivos móveis.

Em 2021, sete em cada dez minutos gastos em dispositivos móveis foram passados em apps de redes sociais e foto e vídeo. Como vimos, TikTok e Instagram foram os dois aplicativos mais baixados no mundo e o tempo de utilização diária deles ainda aumentou.

Ao todo, o Brasil teve um crescimento de quase 40% no número de horas passadas em aplicativos de transmissão de vídeo.

Esses dados reforçam a importância do acesso à internet pelo celular para o brasileiro. Na hora de consumir conteúdo, realizar tarefas ou simplesmente se conectar com outras pessoas, os dispositivos móveis têm a preferência do público.

É por isso que as marcas devem oferecer a melhor experiência na navegação móvel dentro daquilo que lhes compete. Não é preciso que toda empresa tenha um aplicativo, mas é sim dever oferecer um site ou e-commerce responsivo para celulares e tablets, além de adotar canais de contato e vendas que funcionem bem desse ambiente.

Para ficar por dentro das mudanças no comportamento do consumidor, baixe o guia de Tendências de mídia 2022.


Negócios SC


Já ouviu o podcast Negócios SC? Conteúdo direto ao ponto com convidados super especiais Ouça aqui
Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Ops! Nós tivemos um problema mensagem não enviada.
Negócios SC NSC Comunicação linkedin facebook youtube infograico