logo Negócios SC
Simule sua Campanha
Novidade do setor

3 verdades e 1 mito sobre pesquisa por voz (e por que importam)

22/05/2020

OK, Negócios SC: como posso adequar o conteúdo da minha empresa da melhor forma à pesquisa por voz?

Se você já acompanha nosso blog há algum tempo, sabe que apontamos a pesquisa por voz como uma das grandes tendências de marketing. Então, para abordarmos um pouco mais profundamente esse assunto, vamos trazer aqui três fatos e um mito sobre ele. Em cada um, vamos falar também como afetam sua produção de conteúdo para internet e sua estratégia de SEO.

Vamos lá?

Mito: A pesquisa por voz representará 50% das buscas em 2020

Embora essa prática tenha ganhado popularidade nos últimos anos, especialmente com a introdução dos assistentes de voz no mercado, ainda não chegou a esse patamar.

A afirmação é atribuída a um relatório da Comscore por diversos sites. No entanto, trata-se de uma previsão feita em 2014 por Andrew Ng, então cientista de dados na Baidu, empresa chinesa responsável pelo motor de busca homônimo. A menção original ainda incluía pesquisa por imagem e voz juntas.

Essa previsão fazia sentido para o mercado chinês, em que a adoção de novas tecnologias é rápida. Prova disso é a forma como estão revolucionando a forma de fazer pagamentos por meio dos QR Codes e outros meios digitais. Mas diferentes países seguirão a tendência com um passo mais moderado.

Por que isso importa?

As marcas brasileiras não precisam correr para adaptar seus conteúdos de qualquer jeito. Mas é importante se atentar a SEO desde agora e melhorar a encontrabilidade das páginas nas buscas por voz, pois a conquista dos primeiros resultados vem com o tempo.

Leia também: SEO para pesquisa por voz: do que seu site precisa?

A popularização das pesquisas por voz está relacionada à maior adoção de assistentes virtuais. (Foto via Freepik)

Verdade: As pesquisas por voz são pontuais

De fato, de acordo com a SeoClarity, mais de 20% das pesquisas por voz envolvem a combinação de apenas 25 palavras.

Segundo a mesma fonte, as palavras mais usadas são “como”, “o que” e “melhor”. É um vocabulário comum em buscas do gênero “como fazer pão caseiro” ou “melhor exercício para fazer em casa”.

Isso coincide com o comportamento das pessoas ao utilizar a pesquisa por voz. Elas recorrem a esse tipo de busca especialmente por que é mais rápido ou por que estão realizando outra atividade no momento, sem poder acessar um dispositivo com as mãos, é o que revela uma pesquisa do site Statista.

Por que isso importa?

Pesquisa por voz diz respeito, sobretudo, a agilidade e praticidade. É preciso entregar respostas claras e breves a perguntas específicas. Tenha isso em mente na hora de criar os conteúdos da marca.

Verdade: A pesquisa por voz é importante no geomarketing

Um dos princípios do geomarketing, ou marketing de localização, é o interesse das pessoas por negócios próximos a elas. E elas têm usado bastante a busca por voz nesse sentido. Segundo o aplicativo de consultas Hound, 22% das interações procuram por informações locais, como endereços de estabelecimentos e condições do trânsito.

Dados da Microsoft ainda mostram que 65% dos proprietários de algum assistente virtual por voz fizeram buscas por endereços. Portanto, a obtenção de resultados com geomarketing passará também por esse tipo de pesquisa.

Por que isso importa?

Se a sua empresa não consegue responder às consultas na internet por “_____ perto de mim”, perderá muitas oportunidades de atrair novos clientes. Aliás, aproveite para se cadastrar na plataforma Juntos por Santa Catarina e fortalecer sua pegada digital.

Leia também: 10 práticas de SEO para aplicar agora mesmo

Verdade: Os resultados das pesquisas por voz são mais concorridos

Em uma busca digitada no Google, logo aparecem dez resultados para o usuário escolher. Já na pesquisa por voz só é possível entregar um resultado de cada vez. Essa diferença na mecânica cria uma maior concorrência entre os conteúdos disponíveis.

Nesse sentido, um estudo da Backlinko revelou que aproximadamente 75% dos resultados dessas consultas estavam entre as três páginas mais bem ranqueadas no Google para a palavra-chave. Além disso, 40,7% das respostas estavam presente nos featured snippets, ou posição zero nas buscas.

Por que isso importa?

Sua empresa precisará melhorar drasticamente na questão de SEO para aparecer nas buscas por voz. Como já comentamos aqui no blog, a NSC pode ajudar seu negócio com uma estratégia de distribuição de conteúdo.

Mas você também deve fazer a sua parte. Descubra 35 itens para ter um site de sucesso com nosso e-book que aborda questões de planejamento, implementação, segurança e, claro, otimização para os mecanismos de busca. Baixe aqui.


Content Creator

Estúdio NSC Branded Content

Tenha uma marca inesquecível! Comece agora
Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Ops! Nós tivemos um problema mensagem não enviada.
Negócios SC NSC Comunicação linkedin facebook infograico