logo Negócios SC
Simule sua Campanha

voltar

Negócios SC

Negócios SC

Marketing

3 dicas para fazer merchandising em rádio e TV

21/10/2021

Merchandising em rádio e TV é uma forma de expandir a presença da marca para além dos horários comerciais.

Hoje, o consumidor espera uma comunicação cada vez mais contextual das marcas. E o merchandising oferece justamente isso: uma mensagem perfeitamente inserida dentro dos interesses do público, vinda de comunicadores respeitados pela audiência.

Mas o merchandising em rádio e TV não deixa de ser uma ação publicitária. Como tal, possui boas práticas para fisgar a atenção das pessoas. Veja a seguir três dicas a respeito.

O que é merchandising em rádio e TV?

Merchandising significa, além das técnicas de apresentação de produtos no ponto de venda, a citação ou exibição de marcas, produtos ou serviços em um material não publicitário com o objetivo de enaltecer. Por exemplo, quando há uma menção dentro de um programa de rádio ou TV, em vez do comercial no intervalo da programação.

Por outro lado, também não se trata de uma notícia. Há um claro destaque na marca, muitas vezes buscando levar o público a alguma ação concreta. Em outras ocasiões, quando o produto ou serviço é mostrado mas não comentado, a intenção é associar a imagem da marca com a do programa transmitido.

Esse é um formato que evoluiu com o tempo, conforme a própria expectativa do público em relação à publicidade se transformou. Hoje, a contextualização da mensagem é chave para o sucesso do merchandising. Isso porque a audiência espera cada vez menos interferência no conteúdo que está consumindo.

Vamos mostrar como criar esse contexto logo adiante.

Leia também: Marketing de influência: como usar os comunicadores da NSC?

Antes de gravar um merchandising, é importante preparar um bom texto. (Foto via Freepik)

Por que fazer merchandising na rádio?

A rádio é ouvida por 80% dos brasileiros nas grandes metrópoles nacionais. Em 2021, o consumo de rádio ficou em 4 horas e 26 minutos por dia, em média, e três em cada cinco ouvintes a escutam todos os dias. Os dados são da Kantar IBOPE Media.

Mas esse é apenas um dos pontos fortes da comunicação na rádio. O caráter local, a proximidade com a audiência e a diversidade de formatos publicitários são outros destaques do meio. Entre esses formatos, temos o merchandising na rádio. 

Também de acordo com a Kantar, 78% dos ouvintes de rádio na região Sul do Brasil sempre procuram por ofertas e descontos. Então, por que não trazer esse tipo de informação durante os programas para reforçar suas campanhas comerciais?

A rádio ainda é um ótimo meio para se conectar com um público mais jovem e de elevado poder aquisitivo. Isso porque 41% dos ouvintes têm até 39 anos e 40% pertencem às classes A-B.

Para completar, a rádio gera conversão. De acordo com um estudo da LeadsRx, as marcas têm um aumento médio de 17% no tráfego ao site dentro de 10 minutos após sua aparição no ar.

Leia também: Afinidade de audiência é essencial para anunciar na rádio

Merchandising na TV

O que dizer, então, do meio de comunicação mais popular no Brasil?

Segundo a Kantar IBOPE Media, em seu Inside Video A (Re)descoberta, mais de 204 milhões de brasileiros veem televisão. O tempo médio assistindo é de 7 horas e 9 minutos por dia.

Além disso, o merchandising na TV é capaz de despertar gatilhos mentais importantes para as vendas, como o da prova social. O meio ocupa um lugar de destaque no imaginário do consumidor e as marcas que aparecem na tela são percebidas como mais bem-sucedidas e mais desejadas. Some-se a isso o papel dos comunicadores na apresentação do negócio e se tem aí um grande valor agregado à imagem da marca.

Mais ainda, a televisão também aumenta o engajamento com produtos ou serviços. Seis em cada dez brasileiros buscam na internet aquilo que veem na tela.

Leia também: Como fazer ações de merchandising na televisão?

3 dicas para fazer merchandising em rádio e TV

Depois de entender por que fazer merchandising em rádio e TV, veja algumas boas práticas ao planejar ações nesse sentido.

1) Não personifique a mensagem em torno do comunicador

O contexto do merchandising deve ser criado em torno do público, de uma situação relacionada a ele ou de algum fato relevante, e não da pessoa que apresenta. O discurso aqui é um pouco diferente do marketing de influência, pois o conteúdo está focado em outro assunto e a marca entra como um gancho. Além disso, qualquer narrativa com a pessoa que apresenta deve ser previamente aprovada com ela.

2) Sem teatro

O texto do merchandising deve ser transmitido com a maior naturalidade possível. Por isso, recomenda-se evitar diálogos entre os comunicadores, como se estivessem interpretando uma cena. Caso contrário, o efeito pode ser o oposto do desejado, afastando o ouvinte ou o telespectador por conta de uma apresentação artificial.

3) Vá direto ao ponto

Não é preciso disfarçar o merchandising em rádio e TV com grandes preâmbulos. A mensagem será mais bem gravada na mente do público se for direta e curta. Portanto, mencione o nome da marca, produto ou serviço já no início do texto e finalize com um convite para saber mais em um site ou nas redes sociais.

Seguindo essas dicas para merchandising em rádio e TV, sua marca pode fazer ações de sucesso nesses meios. Para conhecer mais oportunidades de se comunicar, fale com nossos consultores pelo (48) 99157-1346 ou anuncie@nsc.com.br.


Negócios SC


Já ouviu o podcast Negócios SC? Conteúdo direto ao ponto com convidados super especiais Ouça aqui
Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Ops! Nós tivemos um problema mensagem não enviada.
Negócios SC NSC Comunicação linkedin facebook youtube infograico